Nordeste Rural | Homepage

Produtores de mel da Bahia comemoram aumento na produção

🕔12.jun 2020

mel na peneiraO aumento no volume de chuvas no Médio São Francisco baiano, no primeiro semestre deste ano, trouxe novamente as floradas à região e animou os apicultores da Associação de Apicultores e Agricultores Familiares da Agrovila 20, no município de Serra do Ramalho (BA), que agora comemoram os resultados da produção de mel na safra 2019/2020. A associação é uma das organizações de apicultores da região que receberam apoio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com o repasse de kits de apicultura para fomento à atividade no Médio São Francisco baiano.

Os resultados do apoio da Codevasf à atividade foram destacados pelo vice-presidente da associação, Dernival Rebouças. “A Codevasf incentivou o aumento do número de apicultores no município e região, estruturando a associação por meio da entrega de materiais e equipamentos apícolas. Somos muito gratos à parceira com a Companhia pelo apoio que nos deu e continua nos dando. Temos apicultores que receberam inicialmente dez colmeias das que foram doadas pela Codevasf e que já puderam comprar mais equipamentos com o dinheiro do lucro da atividade. Alguns deles contam hoje com mais de 50 colmeias em plena produção”, diz.

A associação conta hoje com mais de 70 associados, sendo que 45 são apicultores. Mais de 20 outros associados ainda pretendem ingressar na atividade em breve. Juntos, possuem cerca de 1,5 mil colmeias e obtiveram uma produtividade média superior a 30 quilos de mel por colmeia por ano. Em alguns casos, chegaram a obter mais de 55 quilos de mel por colmeia por ano. A expectativa da associação é de que a produção total chegue a mais de 45 toneladas de mel na safra atual.

“A apicultura foi iniciada na Agrovila 20 e adjacências a partir dos kits que foram doados pela Codevasf. Os apicultores também receberam acompanhamento técnico disponibilizado pela Companhia, o que foi fundamental para o início da atividade”, diz Antônio Nogueira Magalhães, apicultor e técnico agrícola, que, além de fazer parte da associação, presta acompanhamento técnico para outros associados, aprimorando a atividade.

Na avaliação do superintendente regional Harley Nascimento, responsável pela 2ª Superintendência Regional da Codevasf, os resultados apresentados pela associação demonstrar a força produtiva da apicultura e sua sustentabilidade ambiental. “A apicultura é um dos carros-chefes da inclusão produtiva em toda a área de atuação da Codevasf e, no que depender de nós, ganhará mais força em todos os municípios da área de atuação da 2ª SR. A atividade, além de gerar ocupação e renda às famílias dos apicultores, é praticada de forma ambientalmente sustentável”, disse.

Os kits entregues pela Codevasf são compostos por colmeias completas, ceras alveoladas, equipamentos de proteção individual, fumigadores e equipamentos para extração de mel. Para 2020, a Companhia prevê a continuidade das doações de materiais e equipamentos apícolas para associações e cooperativas até o final do ano.

 

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE