Nordeste Rural | Homepage


O pasto formado pelo Capim-Piatã melhora o ganho de peso dos animais

🕔18.abr 2021

O Capim Piatã é uma opção forrageira muito vantajosa para produtores de gado, entre outros motivos, porque proporciona aos animais maior ganho de peso. No período de chuvas, o ganho de peso pode ficar entre 660 e 900 gramas por animal, por dia. E no período seco, esse ganho fica entre 200 e 350 gramas por dia.

Para o pesquisador da Embrapa Gado de Corte, José Alexandre Agiova diz que, entre outras  vantagens, do uso do capim-piatã “dá um bom ganho de peso, se adapta a solos de média e alta fertilidade, tolera mais um pouco os solos mal drenados do que o capim Xaraés e o capim Marandu e a sua produção é uma produção alta”, explica.

Além disso, o piatã tem mais resistência às cigarrinhas típicas de pastagens do que o Capim Xaraés e tem maior valor nutricional do que os capins Marandu e Xaraés. É uma boa alternativa para consorciação com o estilosantes Campo Grande e para integração lavoura-pecuária por ter seu crescimento inicial mais lento que outros capins, apresentando-se como uma planta importante para a diversificação de pastagens. Esse capim, originário da África, foi estudado pela Embrapa durante dez anos e já está disponível no mercado sendo muito usado por produtores de pequeno e grande porte.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE