Nordeste Rural | Homepage

Ministério da Agricultura quer mais rigor na fiscalização do transporte de cargas de animais vivos

🕔21.fev 2019

transporte de animais vivosPara intensificar a fiscalização em todo o país do transporte de cargas vivas de suínos, aves e bovinos e acidentes envolvendo animais soltos em rodovias, será debatida em seminário, hoje, 21, na Plataforma Unificada para Responder aos Acidentes de Trânsito Envolvendo Animais em Rodovias (Puraa). O evento ocorrerá no campus da USP de Pirassununga (SP). Desde 2017 o estado de São Paulo já vem reforçando a vigilância sobre essas cargas e acidentes, com a utilização da plataforma.

Agora, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), as polícias Rodoviária, Militar e Ambiental de São Paulo e concessionárias de rodovias, querem avançar na sua utilização com foco no bem-estar único, que engloba o bem-estar de humanos, animais e o meio ambiente, ampliando aos demais estados o seu funcionamento.

Hoje também serão lançados os Procedimentos Operacionais Padrão (POP) de atendimento de acidentes de trânsito envolvendo animais, bem como os de fiscalização de transporte de animais nas rodovias, por meio do Comando de Policiamento Rodoviário da Policia Militar paulista. Os novos protocolos de trânsito são inéditos no Brasil e seguem as normas nacionais de bem-estar e saúde animal. Os procedimentos serão aplicados pela PM em todo o estado de São Paulo, apoiando ações da Coordenadoria de Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, ainda neste ano, com suporte do Mapa e da USP.

Segundo o professor Adroaldo Zanella da FMVZ/USP, “com a Puraa, as cargas serão inspecionadas amplamente e será conhecida a verdadeira velocidade dos caminhões que transportam os animais, inclusive a maneira como dirigem, principalmente nas curvas”.

 

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE