Nordeste Rural | Homepage


As sementes de feijão de corda que se adaptam bem aos plantios nas regiões norte e nordeste

🕔13.Maio 2022

Para ter uma lavoura de feijão bem produtiva o agricultor deve escolher opções adaptadas às condições da região. É preciso também fazer uma adubação adequada. Segundo o pesquisador da Embrapa Roraima Aloisio Valorin: “a adubação do solo deve ser feita através da análise de solo, com base no resultado da química. Depois, um técnico ou agrônomo vai indicar a quantidade adequada de calcário e adubo a ser utilizado” . Na hora de plantar o agricultor tem que decidir se vai cultivar grãos secos ou grãos verdes, para escolher corretamente uma cultivar.

Com finalidade de expansão do cultivocaupi do feijão de corda no norte e nordeste do país, a Embrapa Meio Norte, apresentou soluções de melhoramento genético, oferecem vistas para enriquecer, genótipos com características superiores. Como parte dos resultados deste trabalho integrado, foram duas cultivares de caupi: a Amapá e BRS Mazagão, com produtividade até cinco vezes superiores oferecidas e com excelente adaptabilidade da região nos Estados de Roraima e Rio Grande do Norte.

As pesquisas têm sido estudadas no ecossistema de várzea, resultando em uma boa quantidade de informações sobre o comportamento da leguminosa nestes dois ambientes. O feijão-caupi ou feijão de corda é uma leguminosa comestível muito utilizada na alimentação humana nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Na região Norte o cultivo de feijão é predominante, principalmente por este ciclo curto, maior tolerância à falta de água, resistência a doenças e bom valor de mercado.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE