Nordeste Rural | Homepage


As melhores vacas leiteiras da genética da raça Gir

🕔21.jun 2022

Três animais foram premiados durante a 17ª Megaleite, realizada em Belo Horizonte (MG).  Os resultados do Torneio Leiteiro da raça Gir Leiteiro revelaram as fêmeas com maior capacidade para produção de leite, mostrando o valor do melhoramento genético e ajudando os produtores a decidir qual o touro mais indicado para o seu rebanho. É a melhor genética das raças leiteiras em nível nacional.

A vaca que se consagrou como Grande Campeã entre as fêmeas adultas foi Dracena FIV Roland, propriedade de LLD Pesquisa, Desenvolvimento e Produção Animal, de Carmo da Mata (MG), que alcançou uma produção diária de 63,490 kg de leite, em média. Dracena é filha do prestigiado Teatro da Silvânia, conhecido como o Rei das Pistas e por produzir progênies com excelentes úberes.

Nas categorias Fêmea jovem e Vaca jovem chamaram a atenção as progênies do touro Gengis Khan. A genética ABS se consagraram no torneio: a Grande Campeã Femea Jovem foi Jaima FIV JMMA, de propriedade de Roberta Bertim, de Lins (SP), que registrou a marca de 45,436 kg diários de leite, enquanto a Campeã Vaca Jovem Belinda FIV, de Leo Machado, de Alexânia (GO), se elegeu campeã, após uma média de 50,216 kg de leite produzidos por dia.

Tanto Teatro da Silvânia quanto Gengis Khan são touros históricos da raça Gir Leiteiro e que compuseram a bateria da ABS. Para o coordenador de Produto e Atendimento ao Cliente Leite da ABS, Fernando Rosa, o resultado do Torneio Leiteiro realizado na Megaleite é motivo de comemoração.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE