Nordeste Rural | Homepage


A nova pimenta desenvolvida no Brasil serve para consumo fresco e para indústria

🕔15.abr 2024

É o resultado do programa de melhoramento de Capsicum da Embrapa Hortaliças. É a  pimenta habanero. A cultivar BRS Biguatinga, desenvolvida visando tanto o mercado de frutos frescos como a indústria processadora de pastas e molhos. Entre suas características consideradas relevantes destacam-se os elevados níveis de resistência ao Potyvirus PVY (potato virus Y), a bactérias do complexo Ralstonia e ao nematoide Meloidogyne javanica, além de resistência intermediária à murcha-de-fitóftora e à M. incógnita, além do alto rendimento e uniformidade de plantas e frutos.

Nas condições de cultivo do Brasil Central (Brasília e Anápolis), durante a época seca, a colheita dos frutos maduros tem início cerca de 90 dias após o transplante das mudas para o campo. Nessa região, a BRS Biguatinga apresenta uma produtividade, em média, de 30 t/ha, em três meses de colheita, em espaçamento de 1,0 m x 0,40 m entre plantas, com uma população de 25 mil plantas/ha.

Cultivar de polinização aberta, os frutos são aromáticos e picantes, e apresentam elevados teores de vitamina C (149 mg/100g fruto) e carotenoides (221 μg/g de fruto).

 

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE