Nordeste Rural | Homepage


A importância do processamento da mandioca para o mercado agrícola

🕔30.jun 2022

Alimento energético, rico em carboidrato, a mandioca é um dos principais ícones da agricultura brasileira e está presente à mesa do norte ao sul. A farinha, principal derivada da mandioca, faz parte da alimentação diária das pessoas que moram nas regiões amazônica e no nordeste. Ela é usada principalmente como acompanhamento de arroz, feijão, batata, milho, peixe e carne.

A produção brasileira, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento – Conab, foi de 22,6 milhões de toneladas de raízes. Desse total, apenas 0,5% são exportados. O estado do Pará, com 17,9% dessa produção, é o primeiro colocado. A mandioca do País é consumida em forma de farinha e de fécula.

Hoje, a fécula vem ganhando espaço no mercado alimentar, com produtos embutidos, como salsichas,, e também na indústria de embalagens e colas. A maior presença da fécula é também em produtos das áreas têxteis e farmacêuticas.

 

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE