Nordeste Rural | Homepage


Produtores da base familiar terão bons resultados plantando a melancia de polpa amarela

🕔27.dez 2021

A nova cultivar de melancia tem como uma das suas principais características a precocidade, o que significa um retorno mais rápido para o pequeno produtor, já que seu ciclo de maturação é menor: entre 65 e 70 dias a melancia de polpa amarela está pronta para a venda. Além da economia no uso de insumos, outra característica importante dessa cultivar é que é possível produzir uma quantidade maior de frutos por hectare, já que ela é uma melancia um pouco mais compacta do que as normais, as vermelhas, obtendo assim um maior potencial produtivo.

As cultivares de melancia de polpa amarela representam uma nova fonte de betacaroteno que é precursor da vitamina A, importante para a formação dos ossos, para uma boa visão e para o crescimento e fortalecimento, principalmente das crianças, jovens e idosos.

O pesquisador da Embrapa Rondônia, Flávio de França Souza, explica as vantagens dessa nova variedade tanto para o produtor quanto para o consumidor. “Creio que a melancia pode vir a ser uma boa alternativa de suprimento de vitamina A, sobretudo para as crianças, que têm uma certa rejeição a outros produtos que são fonte dessa vitamina, como abóboras”. De acordo com o pesquisador, essas cultivares apresentam uma polpa tenra, levemente crocante e com alto teor de açúcar.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE