Nordeste Rural | Homepage

Pesquisadores recomendam clones de cupuaçu para combater a vassoura-de-bruxa

🕔01.mar 2021

Estado do Pará, é um dos maiores produtores de cupuaçu do País. O fruto é utilizado na forma de suco, sorvete, doce, compota, geleia e licor. Atualmente, uma praga vem atacando o cupuaçu nos plantios da região norte do Brasil, já que o cupuaçuzeiro é uma fruteira típica da região amazônica. É a vassoura-de-bruxa, causada pelo fungo Crinipellis perniciosa. Para combater esta doença, a Embrapa Amazônia Oriental (Belém-PA) recomenda quatro clones de cupuaçuzeiros tolerantes à vassoura-de-bruxa: Belém, Codajás, Coari e Manacupuru. Eles garantem uma plantação com elevada produtividade, apresentando maior número de frutos por planta e maior rendimento de polpa.

As principais vantagens dos clones em relação às mudas convencionais são a alta produtividade, cerca de 40 % superior em relação à média regional; a diminuição do uso de defensivos agrícolas, o que implica em um plantio mais saudável para o agricultor e para o meio ambiente; a redução dos custos de produção com mão-de-obra para execução de podas fitossanitárias; a produção de frutos mais homogêneos, com teores de Brix variando de 13,2 a 14,8, característica que confere à polpa um sabor mais adocicado.

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE