Nordeste Rural | Homepage

Climatizadores ajudam a melhorar o desempenho produtivo e o bem-estar dos animais

🕔19.dez 2020

Quanto mais limpo, arejado e umidificado o ambiente, maior será o bem-estar e a eficiência produtiva na criação de animais como, por exemplo, os suínos. É o que comprovam estudos feitos pelo laboratório americano IGC SAS. Com o uso de climatizadores, além de manter o conforto térmico, acontece a sanitização dos locais, eliminando a concentração de gases tóxicos gerados, como, por exemplo, de amônia, que é originado da urina e das  fezes dos animais. Pesquisas realizadas por IGC SAS mostram que durante o processo da suinocultura, o gás de amônia gerado torna o ar pouco saudável e seus altos indíces baixam o nível de oxigênio.

A partir do uso de climatizadores, acontece a melhora da qualidade de vida animal, pois o gás é transformado em hidróxido de amônia, o qual precipita e não volatiza mais, ou seja, não se transforma em gás, aumentando os índices de concetração de oxigênio.  O aumento no conforto animal propicia uma melhor conversão alimentar em 38%, além do que, reduz em até 30% os batimentos cardíacos, implicando num melhor desenvolvimento de cavalos, vacas e de suínos.

Especialista no desenvolvimento de climatizadores evaporativos e pulverizadores, a Joape tem investido na criação de equipamentos apropriados para o setor. “Temos climatizadores que promovem a limpeza e a umidificação do ar com a liberação de uma fina névoa, tornando-o mais saudável para a respiração dos animais e dos tratadores, além de baixar a temperatura do ambiente, o que reduz o estresse provocado pelo calor”, explica o CEO da empresa, João Henrique Schmidt dos Santos.

Os beneficios proporcionados à suinocultura também são aplicados na criação de aves, na qual o cenário se repete. “Nossas soluções são versáteis e auxiliam igualmente os equinos. Cavalos que treinam, por exemplo, precisam se hidratar após os exercícios. Nesse caso, se faz a reposição da umidade de forma uniforme, distribuindo a névoa diretamente sobre o animal evitando a desmineralização dos ossos”, explica o executivo.

Desenvolvidos para promover a circulação e a troca do ar nos ambientes, os equipamentos Joape retiram da atmosfera as impurezas físicas, como odores e poeira, e as microbianas, o que é providencial em épocas de vírus e pandemias. “Para uma higienização mais efetiva das estruturas onde os animais são criados, pode se adicionar nos compartimentos de água dos aparelhos, substâncias como desinfetantes para serem pulverizados em todo o ambiente, garantindo maior eficácia na descontaminação”, informa Santos.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE