Nordeste Rural | Homepage

Arborizar as pastagens oferece melhor qualidade no desempenho do rebanho

🕔24.nov 2020

A arborização de pastagens é uma modalidade de sistema silvipastoril que consiste na implantação, condução ou manutenção de arbustos ou árvores em pastagens, conferindo maior sustentabilidade ao sistema. Esta tecnologia vem sendo utilizada em várias regiões do Brasil, como uma alternativa para conciliar a produção simultânea de animais, madeira, frutos e outros bens e serviços na mesma área.

Segundo o pesquisador Carlos Maurício, da Embrapa Acre, resultados de pesquisas demonstraram que a adoção deste sistema apresenta inúmeros benefícios. Segundo ele “as pastagens arborizadas apresentam vantagens potenciais em relação aos sistemas convencionais, quando implantadas e manejadas de forma correta. Entre os benefícios está maior conforto térmico aos animais, o que reduz o estresse do rebanho, melhorando seu desempenho produtivo e reprodutivo. Essas espécies, além de contribuir para o enriquecimento do solo, suplementação alimentar natural (frutos das árvores), são importantes para a diversificação da produção na propriedade rural (mel, madeira, frutas, resinas, óleos essenciais, etc.).”

Para o pesquisador, é fundamental conhecer o potencial das espécies da região onde o sistema será implementado, pois cada espécie tem suas peculiaridades, e o comportamento depende do tipo de solo ou ambiente onde será utilizada. Os estudos sobre arborização de pastagens foram sistematizados na publicação “Guia Arbopasto: manual de identificação e seleção de espécies arbóreas para sistemas silvipastoris”, uma obra que auxilirá produtores interessados na arborização de pastagem a implantar o sistema em suas propriedades.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE