Nordeste Rural | Homepage


Um coquetel vegetal para combater a salinidade do solo no semiárido

0 Comments 🕔23.nov 2021

Na região do Vale de São Francisco o risco de salinização do solo é grande por causa do clima semiárido. A salinização acontece quando há excesso de evaporação da água existente no solo, trazendo os sais das camadas mais profundas para as camadas mais superficiais da terra. Uma técnica especial ajuda o produtor rural a combater a salinização do solo: o coquetel vegetal, alternativa que pode promover a biodiversidade de áreas degradadas aliando adubação verde e cobertura do solo.

O coquetel vegetal ajuda a diminuir a evaporação, retendo maior quantidade de água e nutrientes no solo, mantendo-o coberto e protegido. Além disso, a cobertura vegetal ajuda a diminuir a temperatura do solo e as condições como melhora para as áreas de microorganismos, seres microscópicos que dão vida ao solo, tornando-o mais produtivo.

Esse coquetel é feito com o uso de espécies vegetais consorciadas ou em rotação com a cultura comercial. Pode ser feito somente com leguminosas como mucunas, feijão de porco, feijão-guandu, ou fazendo-se uma mistura de espécies diferentes como leguminosas, gramíneas e oleaginosas.

“É recomendado que o plantio do coquetel vegetal seja feito a lanço após o preparo da área, e que seja efetuada a aplicação de calcário, caso seja necessário. Também pode ser semeado em sulcos com distância de meio metro entre as fileiras das plantas da cultura principal “, é o que explica a pesquisadora da Embrapa Solos, Unidade de Extensão e Pesquisa de Recife, Sonia Lopes.

No Comments

No Comments Yet!

No one have left a comment for this post yet!

Write a Comment

<

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE