Nordeste Rural | Homepage


Cuidados com a praga que ataca o tronco do sisal

🕔15.mar 2018

sisal plantioO sisal produz a principal fibra dura consumida e comercializada no mundo. O sisal é uma planta muito importante para os pequenos produtores, por ser uma ótima alternativa econômica. Em média, 800 mil pessoas dependem dessa cultura para sobreviver, sendo a Bahia o maior produtor dessa fibra.

Um grave problema para essa cultura é a podridão do tronco do sisal, que pode destruir toda a planta. Essa doença tem afetado, de forma isolada, desde a década de 70, os sisalais dos estados da Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte. A partir de 1998, a podridão-do-tronco-do-sisal atingiu níveis críticos, chegando a 40% de infestação em algumas áreas.

Segundo a de técnicos da Embrapa Algodão, em Campina Grande, na Paraíba, a infestação pode ser percebida quando as folhas começam a perder sua coloração verde, tornando-se amarela-clara. Esse sintoma é reflexo do apodrecimento da parte interna do tronco, que fica com uma cor avermelhada ou amarronzada.

Essa doença não tem cura e caso contaminada, a planta morre. A podridão do troco do sisal é causada pelos fungos Aspergillus niger e Lasiodiplodia theobromae. A recomendação é de que os produtores devem procurar um especialista, agrônomo, para seguir orientações que podem evitar a proliferação entre as plantas ainda sadias.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE