Nordeste Rural | Homepage


Bovinos precisam de suplementação alimentar especial nos períodos de seca

🕔30.jun 2019

Pecuária de corteA pecuária de corte requer estratégias diferentes para os períodos de água e de seca. No caso dos meses mais secos, a produção requer ainda mais atenção por parte dos pecuaristas à medida que os pastos, geralmente, ficam deficientes em termos de vitaminas, energia e proteínas –afetando a absorção de outros nutrientes e comprometendo o desempenho dos animais. Para aqueles que optam por sistemas de pasto, a suplementação estratégica dos bovinos nessa época do ano é fundamental para não comprometer o desempenho conquistado no período das águas e evitar perdas econômicas.

“Se os bovinos não tiverem um balanço de consumo proteico / energético que permita uma boa digestibilidade do pasto, estes animais perdem boa parte do peso que conquistaram no período de águas, com queda da produtividade, taxa de fertilidade e aumento da predisposição a doenças. Com esse cenário, é fundamental corrigir as deficiências nutricionais dos bovinos por meio do fornecimento de ingredientes de alta disponibilidade, que dispõem de aditivos e fontes nobres de proteína”, pontua Luciano Morgan, gerente de categoria Gado de Corte da DSM, dona da marca Tortuga® de suplementos nutricionais para ruminantes. “Tudo isso, porém, com atenção para o planejamento, levando em consideração os índices que os produtores têm interesse de manter ou melhorar nesse período”, reforça.

O especialista reforça que a suplementação estratégica dos bovinos ajuda a fornecer aos animais condições para aproveitarem o seu potencial genético e obterem melhor desempenho produtivo, contribuindo para a rentabilidade da atividade pecuária.

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE