Nordeste Rural | Homepage

A produção brasileira de caju

🕔29.set 2020

O Brasil produziu, em 2019, 139.383 toneladas de caju. De acordo com o IBGE, mais de 90% dessa produção está localizada em três estados: Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte. A produtividade brasileira, considerando a área colhida em 2019, foi de 327 kg de castanha por hectare, o que é considerado muito baixo para o potencial da espécie.

O problema da baixa produtividade deve-se à extensa área ocupada com cajueiros do tipo comum, plantados em grandes espaçamentos. A grande maioria são plantas com idade avançada, cultivadas com poucos tratos culturais.

Em 2019, mesmo representando 35% da área plantada, o cajueiro-anão respondeu por 56% da produção de castanha de caju do estado do Ceará (IBGE, 2020). De acordo com o Relatório da Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA), do total de 275 mil hectares ocupados com a cultura no estado nesse mesmo ano, cerca de 179 mil hectares eram plantados com o cajueiro do tipo comum e apenas 96 mil ha cultivados com o cajueiro-anão.

A produtividade média do cajueiro-anão, em 2019, no estado do Ceará, foi de 528 kg por hectare/ano. E a do cajueiro comum 222 kg por hectare/ano (IBGE, 2020). Embora produzindo mais do que o dobro, a produtividade do cajueiro-anão é considerada baixa para o potencial da cultura. “Essas áreas ocupadas com cajueiro-anão usam pouca tecnologia. Caso o cenário mudasse, haveria possibilidade de aumentar consideravelmente a produtividade da cajucultura do País”, alerta Montenegro.

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE