Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Um dos pratos favoritos do brasileiro tem mais de cem mil tipos no mundo

🕔03.jun 2019

arrozNo prato do brasileiro é comum encontrar o arroz branco, até mesmo o integral, já que muitas pessoas estão trocando o alimento para auxiliar no processo de emagrecimento. Mas e os outros tipos de arroz? Mesmo no Brasil é possível encontrar arroz japônico, Basmati, da cultura persa, vermelho, preto, entre outros. Segundo dados da Associação Brasileiras das Indústrias de Arroz Parboilizado, Abiap, há mais de 140 mil tipos de arroz no mundo. O gerente de marketing da Broto Legal Alimentos, Antonio Miadaira, afirma: “O brasileiro tem buscado variar a sua alimentar, assim como torna-la mais saudável. É por isso que a Broto Legal está lançando novos tipos de arroz”.

O arroz Basmati, por exemplo, de origem indiana, além de não possuir sódio, é rico em vitaminas, além de, potássio, fósforo e antioxidantes. O médio índice glicêmico também ajuda pessoas que tenham diabetes, ainda aumenta a saciedade, podendo ser um aliado ao controle da ingestão alimentar. Além de ser um alimento que é fonte de proteínas, nutriente que desempenha papel importante na construção de novas células. Além de saboroso, o Basmati ainda fica soltinho com qualquer forma de preparo.

Outro arroz que vem de longe, mas que o brasileiro conhece bem, é o japonês, muito comum no sushi, esse tipo é uma grande fonte de minerais, que aumenta a energia, previne obesidade e o câncer, além de melhorar a saúde cardiovascular, trata problemas digestivos, entre outros.

Para Lucas Oliveira, nutricionista formado pela USP: “O arroz é um alimento muito importante, não só porque é uma boa fonte de carboidrato, que é um nutriente indispensável para a saúde e disposição no nosso cotidiano, além de poder conter proteínas e fibras, em outras versões, também é rico em vitaminas e minerais. O arroz vermelho, por exemplo, por ser fonte de fibras, pode ajudar na digestão e na prevenção de doenças cardiovasculares”.

Além dos benefícios citados pelo nutricionista, o arroz vermelho ainda pode ajudar na redução do nível de LDL – colesterol ruim – do sangue. Ainda há outros tipos de arroz, como arbóreo, preto, Cateto, 7 grãos, 7 cereais. Uma linha inteira para diversificar a alimentação brasileira e ter saúde.

“Nossa missão sempre foi levar aos brasileiros comida saborosa e de verdade. Dentro dessa premissa, temos estudado outros grãos e cereais que possam complementar o prato dos brasileiros. Isso não quer dizer deixar de lado o tradicional arroz, mas sim, acrescentar novas cores e sabores às refeições. Além do arroz e também do feijão, que fizeram da nossa marca uma das mais reconhecidas pelo público, já temos em todo o Brasil uma linha de farofas, atum e azeite.” Finaliza Miadaira.

 

Similar Articles

Um exemplo comunitário: um movimento espalha hortas orgânicas por uma cidade britânica

Um exemplo comunitário: um movimento espalha hortas orgânicas por uma cidade britânica 0

Foto: Vamos comer melhor Agora, na cidade inglesa de Todmorden, a pequena população de 17

Consultas públicas para regulamentação da produção de queijo minas meia cura e outros queijos

Consultas públicas para regulamentação da produção de queijo minas meia cura e outros queijos 0

Este queijo é um produto tradicionalmente brasileiro, com fabricação originária em Minas Gerais, mas atualmente

Será instalado hoje em Pernambuco o Comitê estadual do AgroNordeste

Será instalado hoje em Pernambuco o Comitê estadual do AgroNordeste 0

A criação do comitê estadual do Agronordeste, em Pernambuco será implantado nesta sexta-feira, com a

Receita – Espaguete com Frango aos 4 queijos

Receita – Espaguete com Frango aos 4 queijos 0

INREDIENTES: 1 embalagem de Espaguete Speciale Vitarella 1 kg de peito de frango 5 dentes de alho 600 g

Prêmio para um programa de apoio ao produtor de leite

Prêmio para um programa de apoio ao produtor de leite 0

É o Programa Balde Cheio da Embrapa, criado há 21 anos, para facilitar a transferência

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE