Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Tudo para o que o agricultor precisa saber sobre criação de galinhas caipiras e codornas

🕔04.fev 2019

galinha caipiraAs galinhas e as codornas são criadas em propriedades rurais e também nos arredores das cidades. Os produtos obtidos (carne e ovos) têm sido utilizados por restaurantes tradicionais e, em alguns casos, pela rede hoteleira, como pratos de grande procura, com preço igual, ou muitas vezes superior, ao dos cortes nobres das carnes bovinas.

Para facilitar a vida dos produtores e interessados nesse tipo de criação, os pesquisadores da Embrapa produziram um livro que também está disponível para download na página da Embrapa Meio-Norte na internet. O título da publicação é “Perguntas e respostas sobre criação de galinhas e codornas na agricultura familiar do Meio-Norte”. O documento apresenta respostas às perguntas mais frequentes ou relevantes encaminhadas à Embrapa Meio-Norte por produtores rurais interessados na criação de galinhas caipiras e codornas.

Na publicação de 68 páginas são apresentadas respostas para 80 perguntas, organizadas por assunto, englobando a criação de galinhas caipiras, local para criação, custos de implantação, vantagens da criação de aves na produção de alimentos, alimentação das aves, cuidados com os pintos, criação de frangos de corte e de galinhas poedeiras, criação de codornas e sanidade.

De acordo com a pesquisadora Teresa Viola, uma das autoras da publicação, no texto, são contempladas informações básicas para se iniciar uma criação de galinhas ou de codornas com maiores chances de sucesso do que se implementadas e conduzidas sem a atenção indispensável a alguns aspectos como a alimentação e a higiene. “Para as criações já existentes, são apresentadas soluções para diversos problemas que podem ser superados, em muitos casos, por meio de medidas simples de ajustes no manejo”, explica.

“Foi com o intuito de divulgar e facilitar o acesso às informações aos interessados no tema que selecionamos estas 80 perguntas e procuramos respondê-las em linguagem acessível. Espera-se que o leitor aproveite este conteúdo para uso prático, ajustando as informações conforme a sua realidade”, destaca a pesquisadora.

Para Teresa Viola, a crescente demanda por informações relacionadas a essas criações se deve, em parte, aos problemas enfrentados na criação. Segundo ela, alguns problemas estão relacionados às adversidades da região, baixo nível tecnológico aplicado, falta de recursos, baixa biosseguridade e dificuldade de acesso à informação. “Mas é importante lembrar que uma criação de sucesso pode ser obtida com um mínimo de procedimentos e recursos. É possível, com algumas adequações e medidas simples na propriedade, muitas vezes com baixo custo, obter melhorias na produção de aves”, completa.

 

Similar Articles

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu 0

A Feira, uma das mais tradicionais do agronegócio brasileiro vai ser realizada entre os dias

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica 0

As orientações iniciais são da agroecologista e professora Alessandra Nahra. Ela dá cinco dicas de

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira 0

A palma forrageira é uma das espécies de maior relevância para a produção agropecuária no

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho 0

Os lançamentos são resultado de melhoramento genético e uso de biotecnologia com objetivo de aumentar

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra 0

O benefício tem como objetivo garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE