Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Tristeza parasitária bovina pode ser prevenida e tratada

🕔19.dez 2014

carrapatoA anemia e a febre são um dos principais sintomas da doença e, nos casos mais graves, o animal chega a urinar sangue e pode morrer. Transmitida principalmente por carrapatos, a tristeza parasitária bovina pode trazer grandes prejuízos para os pecuaristas, reduzindo a produtividade do rebanho.

Na maioria das vezes, a doença surge em forma de surtos, prejudicando todo o rebanho e não um único animal. Pesquisas da Embrapa indicam que a melhor forma de prevenir a tristeza parasitária bovina é realizar o controle integrado do carrapato, onde se utilizam várias estratégias de controle que possibilitam manter os rebanhos com baixos níveis de infestação durante todo o ano, sendo o controle estratégico, uma das mais importantes práticas que deve ser adota nos rebanhos.

O controle integrado do carrapato dos bovinos ou controle estratégico deve ser realizado no período que antecede o início das chuvas, no meio deste período, e em seu final. “Utilizando uma série de estratégias, como o controle estratégico, rotação de pastagens e utilização de animais “aspiradores” de larvas nas pastagens, assim como a utilização de carrapaticidas de alta eficiência para o controle das populações de carrapatos nas propriedades consegue-se um bom controle desse ectoparasita nos rebanhos, evitando que haja uma grande concentração de carrapatos nos animais e nas pastagens, permitindo que se faça também um bom controle da tristeza parasitária”, conforme explica Luciana Gatto Brito, pesquisadora da Embrapa Rondônia.

O controle integrado do carrapato também é a melhor forma de combater a tristeza parasitária porque os rebanhos não podem ficar totalmente livres desses parasitos, uma vez que eles funcionam como uma espécie de vacina natural, ajudando o animal a desenvolver resistência contra a doença. Em número reduzido, o carrapato ajuda na manutenção da circulação dos agentes causais da tristeza parasitária nos rebanhos em níveis tão baixos que os animais não chegam a adoecer, uma vez que estarão com seu sistema imunológico ativo contra a doença.

O gado leiteiro costuma ser mais acometido pela tristeza parasitária do que o gado de corte. “A gente sabe que os bovinos de leite têm uma infestação por carrapatos muito maior do que os bovinos de corte”, explica a pesquisadora da Embrapa Rondônia. “Eles são muito mais susceptíveis à ocorrência da doença, principalmente os animais mais jovens porque ainda estão descobertos pela proteção do sistema imunológico”.

Os produtores devem ficar atentos aos sintomas da tristeza parasitária e, em caso de suspeita de sua ocorrência, procurar um especialista para que seja dado o tratamento adequado, evitando maiores danos ao rebanho e prejuízos à sua produção.

Similar Articles

Congresso brasileiro do algodão reúne mais de dois mil participantes

Congresso brasileiro do algodão reúne mais de dois mil participantes 0

O 12° Congresso Brasileiro do Algodão, que será realizado de 27 a 29 de agosto,

Saiu a lista dos produtos da agricultura familiar com descontos para o mês de agosto

Saiu a lista dos produtos da agricultura familiar com descontos para o mês de agosto 0

Os produtos considerados com bônus são: açaí, babaçu (amêndoa), borracha natural cultivada, castanha de caju,

Redes meteorológicas vão avisar aos produtores quando houver risco de doenças nas lavouras

Redes meteorológicas vão avisar aos produtores quando houver risco de doenças nas lavouras 0

Com isso, os agricultores terão informação para decidir quando e quanto investir em medidas para

As principais pragas que atacam as plantações de soja no Nordeste

As principais pragas que atacam as plantações de soja no Nordeste 0

A região oeste da Bahia abrange 32 municípios, entre eles Barreiras e Luís Eduardo Magalhães,

Sementes de alface mais resistente ao calor

Sementes de alface mais resistente ao calor 0

São duas novas cultivares de alface que possuem mecanismos diferentes para burlar o calor e

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE