Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Suplementação alimentar usa tabletes nutritivos para suprir a necessidade do rebanho na seca

🕔24.jun 2015

emater-Vieiropolis-blocos-multinutricionais-3Os Tabletes nutritivos são considerados alternativas eficazes na alimentação de ruminantes, principalmente durante a época seca, devido ao aporte protéico-energético-mineral de alta qualidade, que melhora rapidamente os processos produtivos do organismo animal. A zootecnista da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa/PB), Maria das Graças Gomes Cunha, diz que os tabletes são uma mistura de melaço, uréia, minerais e um agente solidificante, como constituinte básico, ou qualquer outra matéria-prima disponível na propriedade, por exemplo, bagaço de cana, folhas de leguminosas ou tortas de oleaginosas.

É um tipo de suplemento desenvolvido por pesquisadores da Emepa para suprir quantidades lentas e pequenas de nutrientes minerais críticos, principalmente o nitrogênio. Ao fornecerem nitrogênio e energia prontamente fermentáveis, os tabletes melhoram o ecossistema ruminal para a multiplicação microbiana e, por conseguinte, incrementam a digestão da fibra, principal componente da forragem na época seca.

A zootecnista Maria das Graças Gomes Cunha explica que se o animal não possui reservas disponíveis de alguns elementos minerais, como sódio e zinco, por exemplo, estes devem ser fornecidos diariamente. Em bovinos criados em pastos, a suplementação de minerais é feita geralmente em cochos, sempre cobertos, colocados em locais estratégicos do pasto e diariamente abastecidos.

Os tabletes nutricionais substituem o sal oferecidos nos cochos, com uma vantagem: é mais completo porque além dos minerais, tem ingredientes energéticos. São duros, feitos em prensas manuais. Parecem rapaduras e o animal  não consegue comer. Só lambe. Na composição dos tabletes entram: melaço, uréia pecuária, sal comum, mistura mineral, cal hidratada e farelo de cereais, que pode ser de algodão, soja e milho.

Maria das Graças diz ainda que a nutrição apropriada pode contribuir bastante para a produção e melhoria da relação custo/benefício do sistema de produção de carne e leite. Os tabletes devem ser usados apenas para animais que pastem como gado, ovelhas e cabras. Podem ser colocados em saleiros ou cochos.

Segundo a pesquisadora, para fazer os tabletes o primeiro passo é dissolver a uréia em água ou em melaço. Em recipiente separado, misture os ingredientes secos.  Em seguida, junte lentamente o líquido feito com a uréia aos ingredientes secos, para fazer uma farofa grossa. Coloque nas prensas por dez minutos. Depois, é preciso retirar e deixar em temperatura ambiente para secagem. O endurecimento do tablete leva quatro ou cinco dias.

 

Similar Articles

Aumenta o uso do controle biológico nas lavouras brasileiras

Aumenta o uso do controle biológico nas lavouras brasileiras 0

O uso de biodefensivos agrícolas como estratégia de controle biológico de pragas e doenças tem

Sementes de alface mais resistente ao calor

Sementes de alface mais resistente ao calor 0

São duas novas cultivares de alface que possuem mecanismos diferentes para burlar o calor e

Cuidados para combater a raiva bovina

Cuidados para combater a raiva bovina 0

A doença atinge todos os mamíferos e animais silvestres. O principal transmissor da raiva é

Estudo mostra quais as melhores regiões para plantar algodão herbáceo

Estudo mostra quais as melhores regiões para plantar algodão herbáceo 0

O levantamento mostra as melhores áreas de plantio do algodão herbáceo para o Distrito Federal

Maior evento indoor do agronegócio nordestino já tem data para acontecer

Maior evento indoor do agronegócio nordestino já tem data para acontecer 0

É o 27º Agrinordeste que vai reunir expositores de onze estados brasileiros a partir do

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE