Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Sinais fortes de recuperação dos preços da produção de leite

🕔21.ago 2017

ordenha de leiteO preço do litro de leite pago ao produtor no mercado internacional, que chegou a 22 centavos de dólar, recuperou-se nos últimos meses e alcançou o valor histórico de 38 centavos de dólar em junho. A tonelada do leite em pó, que no pior momento de 2016, custava US$ 2.000,00, já está sendo vendida acima de R$ 3.100,00 no mercado internacional. São os sinais de que o mais longo ciclo de crise da produção láctea global dos últimos dez anos pode ter chegado ao fim.

A constatação é de três cientistas da Embrapa, especialistas em Economia. O analista da Embrapa Gado de Leite Lorildo Stock diz que as crises no mercado global de lácteos são cíclicas. “Geralmente ocorre um ano ruim para cada dois anos positivos, mas a crise que superamos durou 30 meses”, conta o pesquisador, que acrescenta: “até então não se havia registrado um período negativo que durasse tanto tempo.”

No Brasil, a crise teve como consequência uma retração de 3,7% da produção formal no ano de 2016 em relação a 2015, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “A produção brasileira de leite decrescer é um fato inédito”, conta o pesquisador da instituição João César Resende. A queda da produção nacional foi motivada pela crise interna e pelo alto custo dos insumos. Além disso, os preços competitivos do mercado externo estimularam a importação de lácteos. No ano passado, o País acabou importando 8% do seu consumo. Com a alta de preços lá fora e a queda do custo do concentrado, a produção interna está sendo estimulada e a tendência é que o setor se recupere, voltando a crescer a taxas de 3% a 4% neste ano, afirma o pesquisador da Embrapa Gado de Leite, Glauco Carvalho.

Embora em 2016 o preço do leite pago ao produtor no Brasil tenha se mantido, em média, 12% mais alto do que no resto do mundo, a situação aqui não foi das melhores. A quebra de safra de grãos em 2015 e o dólar alto elevaram o preço do concentrado e a margem de lucro ficou estreita (Gráfico 2, abaixo). Este ano, o cenário mudou: a safra recorde de grãos em 2016/2017 fez com os custos caíssem. Embora os preços ao produtor estejam mais baratos, a margem de lucro neste ano está 40% mais elevada do que no ano anterior. Bom para o produtor, que está ganhando mais; bom para o consumidor, que compra o produto mais barato. O preço médio do leite longa vida vendido nas gôndolas de supermercados e padarias ficou, em média, 6% mais barato este ano. Em junho, segundo dados do Instituto de Economia Agrícola de São Paulo, já se comprava um litro de leite longa vida a R$3,23 (em junho de 2016, o preço era de R$3,76). A tendência é que o produto barateie ainda mais a partir de setembro, com o fim da entressafra, quando as pastagens se recuperam e a necessidade de grãos na alimentação animal diminui.

 

 

Similar Articles

Gotejamento na irrigação e polinização por diferentes espécies de abelhas melhora a qualidade do morango

Gotejamento na irrigação e polinização por diferentes espécies de abelhas melhora a qualidade do morango 0

A presença de uma diversidade de abelhas nas flores do morangueiro melhora a produtividade, a

Um suco de fruta que ajuda a combater o triglicerídeo no sangue

Um suco de fruta que ajuda a combater o triglicerídeo no sangue 0

Triglicérides, ou triglicerídeos, são um tipo de gordura presente no sangue que, em quantidades elevadas,

Hortitec completa 25 anos e vai receber horticultores do Brasil e do Exterior

Hortitec completa 25 anos e vai receber horticultores do Brasil e do Exterior 0

O mais importante evento de Hortifruticultura da  América Latina, vai reunir 420 empresas expositoras que

Megaleite 2018 vai reunir expositores e produtores do Brasil e de várias partes do mundo

Megaleite 2018 vai reunir expositores e produtores do Brasil e de várias partes do mundo 0

É a maior exposição leiteira realizada no Brasil e atrai estrangeiros interessados, principalmente, pela genética

Nutrição correta e vacinação ajudam a melhorar o desempenho dos cavalos de trabalho

Nutrição correta e vacinação ajudam a melhorar o desempenho dos cavalos de trabalho 0

Manutenção da saúde dos animais de trabalho exige investimentos em manejo, sanidade e nutrição adequados.

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE