Nordeste Rural | Homepage

Produtos da agricultura familiar em 14 estados tem preços garantidos e bônus de até 70%

🕔08.abr 2017

pronafAgricultores familiares de 14 estados brasileiros, cujos produtos tiveram preço de mercado abaixo do previsto no mês de março, têm direito a bônus de desconto no pagamento de crédito rural do Pronaf. A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) publicou no Diário Oficial da União ontem a portaria do Programa de Garantia Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) com percentuais de desconto válidos para o período de 10 de abril a 9 de maio de 2017.

A portaria lista babaçu (amêndoa), batata, cacau (amêndoa), cará/inhame, cebola, leite, manga, trigo e triticale (híbrido de trigo e centeio). Os estados contemplados no PGPAF são Amazonas, Pará, Tocantins, Rondônia, Ceará, Maranhão, Piauí, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Em sete estados a diferença entre o preço de mercado e o garantido pelo programa ultrapassa os 40%.

O destaque vai para a batata no Paraná, onde os dois preços variam em 70,77%. Em Santa Catarina, a batata também não obteve bons preços e o desconto no pagamento do Pronaf para os agricultores chega a 51,37%. No Pará, o mercado oferece R$ 1,40 pelo quilo da amêndoa do babaçu, enquanto que o PGPAF garante R$ 2,87. Nesse caso, o produtor paraense terá bônus de 51,22% na hora de pagar o financiamento.

O PGPAF foi criado para assegurar o custo de produção e o pagamento dos financiamentos de custeio contratados por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). Assim, quando o preço de mercado fica abaixo do preço de garantia da safra, o programa calcula essa diferença e define o percentual de bônus a ser aplicado no saldo devedor dos agricultores familiares. Também tem o objetivo de estimular a diversificação da produção agropecuária e articular as diversas políticas de crédito e de comercialização agrícola.

 

Similar Articles

Cama de galinha usada como adubo pode ser responsável pela proliferação da mosca dos estábulos em Pernambuco

Cama de galinha usada como adubo pode ser responsável pela proliferação da mosca dos estábulos em Pernambuco 0

É o que apostam alguns produtores e especialistas quando analisam o constante crescimento da mosca

Agropecuária sustentável ajuda o Brasil reduzir emissão de gases de efeito estufa

Agropecuária sustentável ajuda o Brasil reduzir emissão de gases de efeito estufa 0

O Brasil tem dados que asseguram que o país está cumprindo os compromissos da 15ª

Uma cultivar de arroz própria para cultivo em vários estados do nordeste

Uma cultivar de arroz própria para cultivo em vários estados do nordeste 0

É o arroz vermelho desenvolvida, pela primeira vez, no Brasil através dos pesquisadores da Embrapa.

Produtor perde menos usando suplementos granulados na dieta bovina

Produtor perde menos usando suplementos granulados na dieta bovina 0

Em um trabalho de pesquisa, cientistas da Embrapa Gado de Corte (MS) testaram alternativas para

Mudam as regras para produção de leite aos fornecedores das indústrias credenciadas pelo governo

Mudam as regras para produção de leite aos fornecedores das indústrias credenciadas pelo governo 0

As mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União, nas Instruções Normativas (INs) 76 e

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE