Nordeste Rural | Homepage

Produtividade no campo enfrenta a crise e mantém o crescimento

🕔19.dez 2015

A agropecuária é um dos setores que menos sofreu abalos mediante à atual crise econômica. De acordo com estimativas da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) – Agosto de 2015, “a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária em 2015 é de R$ 1,2 trilhão, sendo R$ 825,08 bilhões (67,6%) para o setor agrícola e outros R$ 396,27 bilhões (32,4%) para a pecuária.

cabecas-de-gado-em-fazenda-A expectativa é que este panorama positivo permaneça ascendente. Até 2050 a produção mundial de alimentos deverá crescer 80% para abastecer cerca de 9,7 bilhões de pessoas, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO/ 2015).

Para o pecuarista Claudio Natel, de São Paulo, o cenário é promissor, mas é necessário se profissionalizar para se adequar à competividade do mercado. “Tenho um mérito de aproximadamente 250 cursos”, conta. Os cursos e atualizações foram fundamentais para Claudio reestruturar a propriedade que havia sido colocada aos seus cuidados.

Outro aspecto que estimula o pecuarista a investir na propriedade são as Instruções Normativas 51 (IN 51) – 2002 e a 62 (IN 62) – 2011, criadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), que visam regulamentar a produção, identidade, qualidade, coleta e transporte do leite tipo A, leite cru refrigerado e leite pasteurizado. “Com estas normativas, por força da lei, a propriedade precisa evoluir”, acrescenta.

Já o mercado de corte está em expansão no Brasil. No mês de outubro, o país exportou 138,7 mil toneladas de carne, com faturamento de US$ 557,3 milhões, o maior do ano, de acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) – 2015.

“Apesar da crise, a tendência é crescer neste segmento. Mas é necessário aderir a novos métodos, como a ordenha mecânica, a genética, entre outras, sempre orientando e formando profissionais”, afirma Claudio.

Similar Articles

Cama de galinha usada como adubo pode ser responsável pela proliferação da mosca dos estábulos em Pernambuco

Cama de galinha usada como adubo pode ser responsável pela proliferação da mosca dos estábulos em Pernambuco 0

É o que apostam alguns produtores e especialistas quando analisam o constante crescimento da mosca

Agropecuária sustentável ajuda o Brasil reduzir emissão de gases de efeito estufa

Agropecuária sustentável ajuda o Brasil reduzir emissão de gases de efeito estufa 0

O Brasil tem dados que asseguram que o país está cumprindo os compromissos da 15ª

Uma cultivar de arroz própria para cultivo em vários estados do nordeste

Uma cultivar de arroz própria para cultivo em vários estados do nordeste 0

É o arroz vermelho desenvolvida, pela primeira vez, no Brasil através dos pesquisadores da Embrapa.

Produtor perde menos usando suplementos granulados na dieta bovina

Produtor perde menos usando suplementos granulados na dieta bovina 0

Em um trabalho de pesquisa, cientistas da Embrapa Gado de Corte (MS) testaram alternativas para

Mudam as regras para produção de leite aos fornecedores das indústrias credenciadas pelo governo

Mudam as regras para produção de leite aos fornecedores das indústrias credenciadas pelo governo 0

As mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União, nas Instruções Normativas (INs) 76 e

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE