Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Os avanços das pesquisas para controlar o ataque da cochonilha do carmim na palma

🕔11.fev 2015

Nos últimos sete anos, a partir de um foco inicial no município de Sertânia (PE), a cultura tem sido ameaçada por uma praga muito agressiva, conhecida como cochonilha-do-carmim. Desde então, a infestação desse inseto se expandiu por outros municípios pernambucanos, e já chegou aos estados da Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, num ataque que já afetou de forma irrecuperável cerca de 70 mil hectares.

No semiárido do Brasil está implantada a maior área cultivada com palma de todo o mundo, algo em torno de 500 mil hectares. Esta espécie forrageira, por sua adaptação às condições de solo, possuir resistência às altas temperaturas e ao regime irregular de chuvas da região, é base da alimentação do rebanho.

Pesquisadores da Embrapa Semiárido (Petrolina/PE) e do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) têm empreendido várias ações para conter a rápida propagação da praga. O desenvolvimento de variedades resistentes e medidas culturais são algumas delas.

O empenho desse trabalho já apresenta resultados. Segundos os pesquisadores Carlos Alberto Gava, da Embrapa Semiárido,  e Djalma Cordeiro dos Santos, do IPA, hoje já é possível definir variedades que apresentam resistência ao ataque da cochonilha-do-carmim: ‘Mão de moça ou Baiana’, ‘Palma Miúda ou Palma Doce’ e ‘Orelha de elefante’.

Está em desenvolvimento, com bons resultados, medidas de controle biológico com o uso de predadores nativos e importados. Também são empregados produtos alternativos de comprovada eficácia e atóxicos, como sabão em pó, detergente neutro e óleo vegetal e mineral.

“Não há nenhuma alternativa de controle biológico que vai eliminar completamente o inseto no campo, a não ser o uso de variedades resistentes. No entanto, essas variedades estão limitadas a algumas regiões”, destaca Carlos Alberto Gava.

 

Similar Articles

Congresso brasileiro do algodão reúne mais de dois mil participantes

Congresso brasileiro do algodão reúne mais de dois mil participantes 0

O 12° Congresso Brasileiro do Algodão, que será realizado de 27 a 29 de agosto,

Saiu a lista dos produtos da agricultura familiar com descontos para o mês de agosto

Saiu a lista dos produtos da agricultura familiar com descontos para o mês de agosto 0

Os produtos considerados com bônus são: açaí, babaçu (amêndoa), borracha natural cultivada, castanha de caju,

Redes meteorológicas vão avisar aos produtores quando houver risco de doenças nas lavouras

Redes meteorológicas vão avisar aos produtores quando houver risco de doenças nas lavouras 0

Com isso, os agricultores terão informação para decidir quando e quanto investir em medidas para

As principais pragas que atacam as plantações de soja no Nordeste

As principais pragas que atacam as plantações de soja no Nordeste 0

A região oeste da Bahia abrange 32 municípios, entre eles Barreiras e Luís Eduardo Magalhães,

Sementes de alface mais resistente ao calor

Sementes de alface mais resistente ao calor 0

São duas novas cultivares de alface que possuem mecanismos diferentes para burlar o calor e

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE