Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Orientações para solucionar problemas na produção de mandioca no Brasil

🕔26.dez 2016

mandioca-farinhaA mandioca, tubérculo que é a base alimentar em várias regiões do país e tem grande importância cultural e econômica, virou tema de livro lançado pela Embrapa Amazônia Oriental. Intitulado “Cultura da Mandioca: aspectos socioeconômicos, sistemas de cultivo, manejo de pragas e doenças e agroindústria”, a publicação traz o resultado de cerca de 40 anos de pesquisa sobre a raiz na Amazônia paraense, região maior produtora de mandioca no Brasil.

O livro reúne uma coletânea de 14 artigos assinados por 16 especialistas e foi organizado pelo pesquisador Raimundo Brabo e o analista de pesquisa, Moisés Modesto. Cases de sucesso, melhoramento genético, boas práticas e possibilidades de diversificação de renda, mercado e agregação de valor com subprodutos do tubérculo também integram a publicação.

Para os organizadores, o produto pode ser utilizado como um guia no auxílio da superação de diversos desafios que a cultura apresenta, em especial, no Pará, estado que há cerca de 25 anos é o maior produtor nacional dessa raiz, mas possui baixa produtividade, com apenas 15 toneladas por hectare (IBGE/2015). Embora esse número seja superior à média nacional de cerca de 13 ton/ha (IBGE), ainda fica muito abaixo da média do estado do Paraná, segundo produtor nacional, que é de 25 ton/ha, estado campeão em produtividade. “Acreditamos que o Pará tem o potencial de duplicar a produtividade em poucos anos, mas para isso é necessário um esforço conjunto, para que os processos tecnológicos contidos no livro possam se tornar políticas públicas e sejam incorporados pelos produtores no Pará”, enfatizou Modesto.

Segundo o pesquisador Raimundo Brabo um dos fatores que influencia essa baixa de produtividade é que na grande maioria das cerca de 200 mil ocupações ou estabelecimentos que plantam mandioca no Pará, predomina a agricultura em sistema de derruba e queima, com pouco ou nenhum gradiente de tecnologia. Junto a Moisés Modesto, Brabo lembra que o livro vem trazer um olhar apurado sobre essa e outras diversas facetas dessa que é considerada a mais importante cadeia produtiva do Pará.

A mandioca já esteve associada à cultura de subsistência, mas hoje é uma das cadeias mais importante do Pará, estado que assume a liderança nacional em volume de produção. Com cinco milhões de toneladas, 90% cultivadas por agricultores familiares em pequenas propriedades rurais, a mandiocultura movimentando no estado, em toda sua cadeia produtiva, algo em torno de R$ 1 bilhão por ano, segundo dados do IBGE.

 

Similar Articles

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu 0

A Feira, uma das mais tradicionais do agronegócio brasileiro vai ser realizada entre os dias

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica 0

As orientações iniciais são da agroecologista e professora Alessandra Nahra. Ela dá cinco dicas de

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira 0

A palma forrageira é uma das espécies de maior relevância para a produção agropecuária no

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho 0

Os lançamentos são resultado de melhoramento genético e uso de biotecnologia com objetivo de aumentar

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra 0

O benefício tem como objetivo garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE