Nordeste Rural | Homepage
[ X ]

Orientações para o produtor conseguir uma boa colheita da erva-doce

🕔10.mar 2015

Erva-doce_florida_20091117165422A erva-doce é uma planta cultivada em quase todo o Brasil. Na Região Nordeste, o cultivo ocorre no período das chuvas. Em Sergipe, o cultivo é feito principalmente em consórcio com o feijão. Com o objetivo de aumentar a produtividade da erva-doce, a Embrapa Tabuleiros Costeiros , em Sergipe, realizou uma pesquisa, verificando, dentre outras coisas, quais outras plantas poderiam ser cultivadas com a erva-doce, em consórcio, além do feijão.

De acordo com a pesquisadora  Luciana Marques de Carvalho, foram feitos plantios consorciados da erva-doce com o milho, o feijão caupi, feijão comum, o manjericão e a arruda.  Os melhores resultados foram verificados no cultivo consorciado com o feijão, tanto o comum quanto o caupi. O milho, dentro do espaçamento adotado para a erva-doce (1,00 x 0,80m), não se mostrou muito adequado, pois reduziu tanto o crescimento quanto o desenvolvimento da planta.

Já nos consórcios com o manjericão e com a arruda, também consideradas plantas medicinais, assim como a erva-doce, observou-se que o plantio não causou redução na produção da erva-doce, porém o manjericão não conseguiu se manter na área por muito tempo. A arruda mostrou-se mais resistente à condição climática.

A pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros recomenda como um dos aspectos importantes para a produção segura da erva-doce,  os cuidados no processo de secagem. Apesar de ser uma prática comum, a secagem ao sol e em cima de lonas ou área cimentada, pode trazer problemas como a contaminação e a perda de qualidade.

“A secagem ao sol não é recomendada para frutos aromáticos, tanto devido à possibilidade de perda de substâncias voláteis, quanto às transformações que podem ocorrer e acarretar a produção e acúmulo de substâncias que podem ser tóxicas. Outro ponto importante é que quando essa secagem ocorre livre no ambiente, no chão ou em lonas, os frutos da erva-doce ficam expostos à contaminação ambiental”, explica a pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros, lembrando que o consumidor, geralmente, não lava os frutos da erva-doce antes de usá-los na forma de chá. O recomendado, segundo ela, é a secagem à sombra, em local ventilado.

 

Similar Articles

Bem-estar animal pode evitar prejuízos para o produtor rural

Bem-estar animal pode evitar prejuízos para o produtor rural 0

O bem-estar dos animais é assunto primordial no processo de criação, que garante melhor qualidade

Programa Garantia Safra beneficia mais de 37 mil produtores no Nordeste

Programa Garantia Safra beneficia mais de 37 mil produtores no Nordeste 0

A previsão é de que um total de 37.579 produtores de Pernambuco, Paraíba e Minas

Brasil pode ter uma colheita recorde para a próxima safra

Brasil pode ter uma colheita recorde para a próxima safra 0

Os estudos foram realizados pela Conab - Companhia Nacional de Abastecimento – que estima colheita

Receita – Sarapatel

Receita – Sarapatel 0

Por Foto do livro "História dos Sabores Pernambucanos" Maria Lectícia Monteiro Cavalcanti   INGREDIENTES: 2 kg de

Solos com erosão provocam perda de produtividade da superfície terrestre global

Solos com erosão provocam perda de produtividade da superfície terrestre global 0

O prejuízo pode atingir 23%, diz estudo da Plataforma Intergovernamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE