Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Orientações para aproveitar resíduos na produção de gado de corte e leite

🕔16.abr 2018

residuo bovinoTodas as informações estão numa cartilha preparada pelos técnicos do Ministério da Agricultura onde se destaca um estudo que prioriza o aproveitamento econômico dos resíduos e o consequente aumento de renda dos pecuaristas. O material também contém informações que estimulam o uso adequado do biofertilizante gerado pela atividade.

Publicação orienta o produtor de sistemas intensivos a reduzir emissão de gases de efeito estufa, gerar renda e diminuir gastos na produção. Com a cartilha, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) orienta um aproveitamento econômico dos resíduos bovinos de corte e leite com o objetivo de auxiliar o produtor a gerar renda a partir dos resíduos e diminuir os custos de produção, bem como reduzir os efeitos na atmosfera de gases como o metano.

O estudo promovido pelo Projeto “Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: Geração de valor na produção intensiva de carne e leite”, como parte do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC), coordenado pelo MAPA com apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), identificou e selecionou as tecnologias de produção sustentáveis passíveis de serem implantadas nas condições de produção de bovinos de corte e leite em sistemas intensivos brasileiros.

A pesquisa contemplou as tecnologias de gestão racional da água e dos alimentos, implantação de biodigestores, geração de energia elétrica por meio do uso do biogás produzido pelos dejetos, compostagem mecanizada e também o sistema de compost barn (cama de serragem).

Atualmente, a agricultura, incluindo a pecuária, contribui com 14% das emissões globais de Gases de Efeito Estufa (GEE), sendo o terceiro maior setor responsável pela emissão desses gases. Do total de emissões antropogênicas de metano (CH4) e óxido nitroso (N2O), a pecuária contribui em termos globais com 35% e 65% dos respectivos gases, sendo que a América Latina ocupa a segunda posição na lista dos principais emissores de metano entérico, responsável por 23,9% do total, ficando atrás apenas da Ásia.

A cartilha está disponível em versão digital no site do ministério, no endereço:

http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sustentabilidade/plano-abc/projeto-pecuaria-abc/arquivos-publicacoes/cartilha-carbono-web.pdf

Similar Articles

Artigo – O búfalo doméstico (Bubalus bubalis): esse animal existe sim!

Artigo – O búfalo doméstico (Bubalus bubalis): esse animal existe sim! 0

Por: Prof. Ricardo Pessoa com búfala na UFRPE Ricardo Pessoa - Professor da UFRPE   Os búfalos desempenham

Nove agricultoras do Brasil ganham o 2º Prêmio Mulheres do Agro

Nove agricultoras do Brasil ganham o 2º Prêmio Mulheres do Agro 0

As lideranças femininas no campo foram premiadas pelo 2º Prêmio Mulheres do Agro, realizado durante

Oportunidade para quem quiser fazer curso de produção orgânica de fruteiras

Oportunidade para quem quiser fazer curso de produção orgânica de fruteiras 0

O V FrutOrgânica, que a Embrapa Mandioca e Fruticultura e a Bioenergia Orgânicos vão fazer,

Peste suína chega a Alagoas e Adagro reforça vigilância sanitária na divisa de Pernambuco

Peste suína chega a Alagoas e Adagro reforça vigilância sanitária na divisa de Pernambuco 0

A confirmação do novo foco da peste suína, em Alagoas, foi feita pelo Ministério da

Dia mundial do ovo é comemorado hoje

Dia mundial do ovo é comemorado hoje 0

O ovo é conhecido como uma alimentação saudável e rica. No dia mundial do Ovo,

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE