Nordeste Rural | Homepage

O combate a mosca-das-frutas com armadilha simples

🕔12.out 2017

feromônio - armadilha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A mosca-das-frutas é um problema que afeta várias culturas frutíferas brasileiras trazendo prejuízos para os produtores. Infestadas por larvas deste inseto, as frutas perdem seu valor no mercado. O melão, por exemplo, uma das principais frutas exportadas pelos estados do Rio Grande do Norte e do Ceará, só é aceito em alguns países se for produzido em uma área comprovadamente livre desta praga. Seu controle normalmente é feito com o uso de produtos químicos. Mas pesquisas da Embrapa já indicam uma forma alternativa e mais saudável de livrar as frutas de um inseto tão inconveniente.

O uso de produtos químicos para o combate da mosca-das-frutas representa um gasto considerável para o agricultor, traz riscos para a saúde dos trabalhadores e dos animais que vivem na propriedade, além de contaminar o meio-ambiente. Devem ser aplicados no momento mais propício e nas quantidades certas. Por outro lado, aplicações com freqüência e quantidades abaixo das necessárias não controlam a praga e podem gerar resistência das moscas ao inseticida.

Com a armadilha para a mosca-das-frutas, técnica desenvolvida pela Embrapa, o produtor captura insetos já adultos e, com isso, consegue monitorar seus pomares. “Colocando-se a armadilha, tem-se a idéia da existência ou não da mosca-das-frutas, qual a quantidade de insetos que existe no pomar, o nível populacional da praga”, explica o pesquisador da Embrapa Agroindústria Tropical, Raimundo Braga, que participa do Prosa Rural. “A partir daí, pode-se decidir que sistema de controle vai-se usar para reduzir ou eliminar a incidência da praga, evitando-se danos econômicos”, complementa.

Conforme explicações de Braga, a armadilha pode ser construída facilmente pelo próprio produtor, utilizando garrafas plásticas e sucos de frutas já estragadas misturados com açúcar ou rapadura. O uso sistemático diário desta técnica reduz tão significativamente a população da mosca-das-frutas que, no caso de pequenos pomares, pode permitir a eliminação do uso de inseticidas. Produtos químicos eliminam as moscas mas também matam seus inimigos naturais, criando um ambiente favorável para sua propagação. Já com a armadilha, o produtor acaba adotando o controle natural da praga e ainda contribui para a produção de alimentos mais saudáveis, pois pode diminuir ou mesmo eliminar a presença de resíduos de inseticidas nas frutas.

Similar Articles

Reconhecidos os primeiros vinhos brasileiros produzidos na técnica de boas práticas

Reconhecidos os primeiros vinhos brasileiros produzidos na técnica de boas práticas 0

A Vinícola Ravanello, no município de Gramado (RS), é a primeira empresa brasileira a apresentar

A importância e a produção mundial de mamona

A importância e a produção mundial de mamona 0

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO),

Os benefícios do milhos como alimento

Os benefícios do milhos como alimento 0

O cereal é bastante nutritivo.  De acordo com a nutricionista Bianca Naves, da Predilecta, o

Pernambuco faz uma boa cobertura de vacinação contra a aftosa

Pernambuco faz uma boa cobertura de vacinação contra a aftosa 0

Os dados divulgados pela Adagro de Pernambuco confirmam que 94% do rebanho do Estado foi

Será no mês que vem, no Brasil, o maior festival de vinho da América Latina

Será no mês que vem, no Brasil, o maior festival de vinho da América Latina 0

É o Rio Wine And Food Festival que chega aos seu 6º ano de realização.

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE