Nordeste Rural | Homepage

O café brasileiro é importante nas importações da União Europeia e dos EUA

🕔20.jul 2019

café na xícaraA União Europeia importou, de diferentes países produtores, um volume físico de 42,71 milhões de sacas de 60kg de café, no período de outubro de 2018 a março de 2019, das quais 8,92 milhões de sacas adquiridas foram dos Cafés do Brasil, volume que equivale a 20,9% desse total. Em segundo lugar, a União Europeia importou do Vietnã 6,41 milhões de sacas exportadas, volume que equivale a 15%. Em terceiro, figura a Colômbia, com 1,63 milhão de sacas (3,8%), em quarto, Peru – 1,54 milhão de sacas (3,6%) e, por fim, Honduras, com 1,3 milhão de sacas de 60kg, que equivalem a 3% do total adquirido pela UE. Assim, com base nesses números, verifica-se que o Brasil é a principal fonte de fornecimento para esse importante Bloco Econômico.

Nesse contexto da cafeicultura mundial, no mesmo período objeto desta análise, os Estados Unidos importaram do Brasil 4,33 milhões de sacas de café, volume que equivale a 28,9% das compras do produto por esse país. E a Colômbia também exportou para os EUA, nesse mesmo período, 3,52 milhões de sacas, e foi responsável por 23,5% das aquisições norte-americanas. Interessante notar que o Brasil e a Colômbia responderam por 52,4% das importações de café dos EUA nesse período. Seguindo essa análise, outros países produtores de café também exportaram seus produtos para os EUA de outubro de 2018 a março de 2019, como é o caso do Vietnã que respondeu por 10,2%, México por 5,7% e Peru por 5,1% das importações de café desse país.

Os números que permitiram realizar esta análise da performance da cafeicultura em nível mundial foram extraídos do Relatório sobre o mercado de Café junho 2019, da Organização Internacional do Café – OIC. Tal Relatório está também disponível para consulta na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café. O ano-cafeeiro da Organização compreende o período que abrange os meses de outubro a setembro. Na presente análise, os números ora em foco compreendem apenas o desempenho da metade do período do ano-cafeeiro 2018-2019.

Similar Articles

Perdas na safra de milho do Rio Grande do Sul mostra crescimento nos pedidos de seguro rural

Perdas na safra de milho do Rio Grande do Sul mostra crescimento nos pedidos de seguro rural 0

Foram registrados 6.719 comunicados de perdas pela seca no RS. Mais da metade (54,5%) foram

Carne bovina promove crescimento da receita do agronegócio brasileiro

Carne bovina promove crescimento da receita do agronegócio brasileiro 0

Em janeiro de 2020, as Exportações de carne bovina tiveram alta de 9,84%, promovendo receitas

Balanço positivo para os custos de produção de suínos e de frangos de corte em 2019

Balanço positivo para os custos de produção de suínos e de frangos de corte em 2019 0

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a

Novo mercado para a exportação da carne bovina brasileira

Novo mercado para a exportação da carne bovina brasileira 0

O pais que confirmou a compra de carne bovina brasileira é o Kuwait, que foi

Serra Gaúcha, no verão,  estimula turismo para ver a colheita da uva

Serra Gaúcha, no verão, estimula turismo para ver a colheita da uva 0

colheita da uva na Serra Gaúcha acontece de janeiro a março e os turistas podem

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE