Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Nova semente de maracujá ganha mercado de frutas especiais e a fruta é vendida pelo dobro do preço

🕔08.ago 2019

maracujá - abertoÉ o Maracujá-doce BRS Mel do Cerrado, a primeira cultivar da espécie Passiflora alata Curtis registrada e protegida no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Ela permitiu aos fruticultores brasileiros chegar ao seleto e valorizado nicho de frutas especiais. A qualidade e o sabor adocicado são os diferenciais dos frutos, que chegam a alcançar preço até quatro vezes superior ao do maracujá-azedo. Desenvolvida pela Embrapa, a cultivar de maracujazeiro-doce tem dado bom retorno financeiro aos produtores e seu fruto recebeu ótima aceitação dos consumidores.

No momento, a cultivar é indicada para a região de Cerrado, no Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Tocantins. Há trabalhos de validação em andamento em outras regiões brasileiras, incluindo o Sul, o Norte e o Nordeste.

O agricultor familiar Gilmar Santos plantou 250 mudas em sua propriedade em Pouso Alegre (MG) logo após a cultivar ter sido lançada, em dezembro de 2017, e não se arrepende. Ele está em plena colheita e estima que cada planta tenha produzido, em média, 150 maracujás, o que dá cerca de 37,5 quilos por planta.

Quando dispostas no mercado, uma das frutas é cortada para que os clientes possam experimentá-la. “Essa é a tática de venda adotada para mercadorias diferentes e é muito importante no caso desse maracujá, também porque a fruta por si só não atrai pelo seu visual”, explica o vendedor Celso de Oliveira. Mas o retorno é certo. Apesar de não ser uma venda rápida, justamente por se tratar de um produto pouco conhecido pelos consumidores, o resultado é bom, já que a novidade tem agradado aos clientes. “A fruta é maravilhosa, uma delícia. Todos que provam gostam. Vou continuar trabalhando com ela aqui no mercado”, garante Celso.

Os custos de produção do maracujá-doce variam conforme a capacidade de investimento do produtor, já que a cultivar pode ser plantada a céu aberto, em pequenas propriedades, em sistema orgânico e também em estufa. O custo de produção, segundo o produtor, foi exatamente o mesmo do maracujazeiro-azedo. Mas por se tratar de um produto diferenciado, o preço da fruta pode ser até quatro vezes maior do que o do maracujá-azedo comercial.

Apesar de a variedade da Embrapa apresentar maior tolerância a bacterioses e viroses, o maracujá-doce, em geral, é mais suscetível a determinadas pragas e doenças do que as variedades de maracujazeiro-azedo. As recomendações de manejo fitossanitário, que são as mesmas do maracujá-azedo, precisam ser seguidas rigorosamente. Quanto às pragas, é importante o produtor ficar atento à abelha Irapuá, ao tripes, ao besouro-da-flor, aos percevejos, à mosca-da-fruta e à mosca-do-botão-floral, que danificam as flores e os frutos. “É importante não deixar frutos maduros na planta ou no chão para não atrair a mosca-das-frutas”, recomenda Faleiro.

Para que a cultivar possa conviver melhor com a virose, a Embrapa recomenda o uso da tecnologia do mudão, na qual as mudas são conduzidas em ambiente protegido até atingirem um metro de altura ou mais, quando então são levadas ao campo. Também é importante evitar, ao máximo, o plantio próximo a pomares de maracujazeiro-azedo com a ocorrência de virose.

 

Similar Articles

Sementes de alface mais resistente ao calor

Sementes de alface mais resistente ao calor 0

São duas novas cultivares de alface que possuem mecanismos diferentes para burlar o calor e

Aumenta o uso do controle biológico nas lavouras brasileiras

Aumenta o uso do controle biológico nas lavouras brasileiras 0

O uso de biodefensivos agrícolas como estratégia de controle biológico de pragas e doenças tem

Cuidados para combater a raiva bovina

Cuidados para combater a raiva bovina 0

A doença atinge todos os mamíferos e animais silvestres. O principal transmissor da raiva é

Estudo mostra quais as melhores regiões para plantar algodão herbáceo

Estudo mostra quais as melhores regiões para plantar algodão herbáceo 0

O levantamento mostra as melhores áreas de plantio do algodão herbáceo para o Distrito Federal

Maior evento indoor do agronegócio nordestino já tem data para acontecer

Maior evento indoor do agronegócio nordestino já tem data para acontecer 0

É o 27º Agrinordeste que vai reunir expositores de onze estados brasileiros a partir do

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE