Nordeste Rural | Homepage

Mais produtividade do gado com investimento em inseminação artificial

🕔28.out 2015

inseminação 1Na agropecuária, a inseminação artificial, com o uso do sêmen de touros provados, é uma ótima alternativa para o criador que pretende ver seus negócios crescerem. “O pecuarista tem buscado o melhor material genético, para que seu rebanho alcance alta produtividade e rentabilidade. O mercado está extremamente competitivo e é importante que o produtor esteja atualizado com novas tecnologias para serem aplicadas em sua propriedade. Quem não usá-las de forma adequada, estará fora do mercado ou terá enormes dificuldades para sobreviver”, afirma Reginaldo Santos, gerente dos Cursos de Inseminação Artificial e Consultor Técnico de Leite da Alta.

De acordo com informações da FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura – o Brasil é o segundo maior exportador global de alimentos, com previsão de alcançar o primeiro lugar em dez anos. Mas para que o Brasil consiga atingir este patamar, precisa investir em novos ganhos de produtividade por meios de práticas sustentáveis tanto na agricultura como na pecuária.

Para o Brasil produzir mais e melhor, é importante a participação não somente de grandes criadores e produtores, mas com pequenos e médias propriedades para suprir a necessidade mundial. A previsão é que, em 2050 a população global atinja o número de 9,7 bilhões de pessoas, ou seja, 37% maior que a atual. Para acompanhar este crescimento, a produção mundial de alimentos deverá aumentar em 80%. Já a produção de carne, estima-se que o acréscimo seja 200 milhões de toneladas.

Para inseminar o gado com eficácia, é necessário que haja profissionais qualificados na fazenda. A Alta possui uma grande quantidade de touros provados, sejam de leite e ou de corte e promove cursos de inseminação artificial em todo o Brasil. Atualmente, possui 20 centros de treinamento e oferece cursos desde 2006.

O Brasil terá importante participação neste processo, contando não somente com grandes criadores e produtores, mas com pequenos e médias propriedades para suprir a necessidade mundial. Para isso a Alta está promovendo aulas de capacitação de inseminação artificial de maneira profissional. A programação inclui: anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor da fêmea bovina; passo a passo da inseminação artificial; observação de cio em gado de leite e corte; manejo do botijão de sêmen; montagem do aplicador; descongelamento do sêmen, passagem do aplicador pela cérvix; visualização em DVD do processo de coleta e industrialização de sêmen; dentre outros.

Similar Articles

Cresce a produção brasileira de mel e produtores têm mais lucros

Cresce a produção brasileira de mel e produtores têm mais lucros 0

Os números da produção de mel no Piauí e no Brasil são expressivos. Em 2016,

Será no mês que vem o maior encontro sobre animais de estimação da América Latina

Será no mês que vem o maior encontro sobre animais de estimação da América Latina 0

 O Brasil é o quarto país do mundo em população total de animais de estimação,

Mais cuidados com a saúde das aves pode aumentar a produção de frangos de corte no país

Mais cuidados com a saúde das aves pode aumentar a produção de frangos de corte no país 0

Atualmente o Brasil está entre os principais exportadores de carne de aves do mundo, mas

Projeto ajuda jovens agricultores do Ceará a estudar e se manter na terra

Projeto ajuda jovens agricultores do Ceará a estudar e se manter na terra 0

Projovem Campo É o projeto Projovem Campo Saberes da Terra. O objetivo é trazer de

Incentivo ao plantio de cacau pretende tornar o Brasil autossuficiente

Incentivo ao plantio de cacau pretende tornar o Brasil autossuficiente 0

O Brasil é o sétimo produtor de cacau do mundo, atrás da Costa do Marfim,

http://www.flashppt.com/images/tangramone.swf