Nordeste Rural | Homepage

Mais cuidados com a saúde das aves pode aumentar a produção de frangos de corte no país

🕔23.jun 2017

frango de corteAtualmente o Brasil está entre os principais exportadores de carne de aves do mundo, mas para manter a qualidade da carne é preciso controlar a qualidade dos produtos consumidos pelas aves e com isso alavancando o desempenho e a produção animal. Complicações em órgãos vitais como o fígado, podem gerar prejuízos aos criadores, como o descarte da ave.

De acordo com o coordenador de especialidades da Quimtia Brasil, Jefferson Bittencourt, indústria especializadas na fabricação de insumos para ração animal, um dos possíveis causadores de descarte das aves, ainda continua sendo a falta de cuidados em relação à saúde. Segundo ele, doenças hepáticas das aves, por exemplo, está entre os motivos mais comuns. No entanto, o especialista afirma que produtos como protetores hepáticos podem evitar que as aves sofram este tipo de enfermidade e ajudam, ainda, a melhorar o desempenho e o índice de produção animal.

“Essa prática de uso de protetores hepáticos reduz as ações de micotoxinas que vem da ração e que, consequentemente, podem causar inúmeras doenças bacterianas, virais, neoplásicas, parasitárias, o que geralmente resulta na perda do animal” afirma. Em conjunto ao protetor hepático deve-se usar um sequestrante de Micotoxinas potente para evitar a absorção e reduzir a agressão no fígado, dando condições melhores para o protetor hepático funcionar e proteger o órgão.

O fato de o fígado funcionar como filtro de muitas substâncias que passam pelo organismo e, portanto, ser o responsável por produzir substâncias necessárias para o processo de coagulação dos animais coloca-o como um dos órgãos vitais para as aves.

As principais alterações no fígado são decorrentes das toxinas que são as micotoxinas provenientes de grãos que vem dentro das rações. Estas toxinas atuam sozinhas ou em sinergia com outras destruindo os hepatócitos e, com isto, iniciando o armazenamento de gordura nestes hepatócitos mortos. “Um dos sintomas é o fato de o fígado ficar com uma cor mais esbranquiçada, diferentemente da cor normal que é avermelhada”, esclarece.

Similar Articles

Reconhecidos os primeiros vinhos brasileiros produzidos na técnica de boas práticas

Reconhecidos os primeiros vinhos brasileiros produzidos na técnica de boas práticas 0

A Vinícola Ravanello, no município de Gramado (RS), é a primeira empresa brasileira a apresentar

A importância e a produção mundial de mamona

A importância e a produção mundial de mamona 0

De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO),

Os benefícios do milhos como alimento

Os benefícios do milhos como alimento 0

O cereal é bastante nutritivo.  De acordo com a nutricionista Bianca Naves, da Predilecta, o

Pernambuco faz uma boa cobertura de vacinação contra a aftosa

Pernambuco faz uma boa cobertura de vacinação contra a aftosa 0

Os dados divulgados pela Adagro de Pernambuco confirmam que 94% do rebanho do Estado foi

Será no mês que vem, no Brasil, o maior festival de vinho da América Latina

Será no mês que vem, no Brasil, o maior festival de vinho da América Latina 0

É o Rio Wine And Food Festival que chega aos seu 6º ano de realização.

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE