Nordeste Rural | Homepage
[ X ]

Investimentos e incentivo para expansão da avicultura no Maranhão

🕔10.abr 2016

avicultura no maranhãoUma reunião entre o Governo do Maranhão e os dirigentes da Bonasa Alimentos foi realizada para anunciar planos de expansão da empresa e as novidades do plano “Mais Avicultura” da Secretaria de Indústria e Comércio do Maranhão. Os novos investimentos anunciados, boa parte em razão da desoneração proporcionada pelo programa estadual ‘Mais Avicultura’, prevê gerar mais empregos e renda, além de estimular toda uma cadeia produtiva regional, que envolve produtores rurais e empresas.

A Bonasa decidiu instalar suas granjas de alta tecnologia no Maranhão já a partir de 2005, por acreditar no potencial do Estado para a avicultura; dessa forma, a companhia beneficia sete municípios e seu entorno: Estreito, Porto Franco, Campestre do Maranhão, São João do Paraíso e Ribamar Fiquene. Sua presença naquela região é positiva para movimentar a economia, tanto que até mesmo municípios do vizinho Estado do Tocantins são beneficiados com geração de empregos e renda.

Desses produtores, 14 avicultores integram esta próspera cadeia produtiva, geram empregos e renda nos municípios e produzem frangos de excelente qualidade para o consumo dos maranhenses. No momento, novos aviários estão em obras para ampliar ainda mais os benefícios socioeconômicos da atuação da Bonasa na região: logo serão inaugurados galpões de alta tecnologia em Porto Franco e em Estreito; outra dezena de aviários ainda aguardam aprovação do financiamento por instituição financeira.

Segundo a Secretaria de Indústria e Comércio do Maranhão, em apenas um ano de programa houve acréscimo de 15% na produção maranhense por mês, enquanto o Brasil registrou aumento de apenas 3,5%. Além de planejar abrir mais granjas de alta tecnologia no Maranhão, a Bonasa aguarda providências para que possa vir a exportar frangos pelo Porto do Itaqui (MA), ampliando suas contribuições para a economia. Entre as providências necessárias para isso está a instalação de equipamentos que permitam operações de armazenamento e transporte de contêineres frigorificados.

Já o Programa ‘Mais Avicultura’ prevê a concessão de benefícios fiscais para produtores de carne derivada do abate de frango e de ovos férteis ou não. Nas operações interestaduais, a redução da base de cálculo do ICMS no percentual de 41,67% de carne e demais produtos comestíveis, resfriados, congelados e outros subprodutos resultantes do abate de aves, de modo que a carga tributária resultante seja de 7%, e no caso dos pintos de um dia, nas operações interestaduais, a base de cálculo do ICMS fica reduzida em 60% em relação ao tributo anterior, de modo que o valor do imposto passa a ser de 4,8%.

 

 

Similar Articles

Bem-estar animal pode evitar prejuízos para o produtor rural

Bem-estar animal pode evitar prejuízos para o produtor rural 0

O bem-estar dos animais é assunto primordial no processo de criação, que garante melhor qualidade

Programa Garantia Safra beneficia mais de 37 mil produtores no Nordeste

Programa Garantia Safra beneficia mais de 37 mil produtores no Nordeste 0

A previsão é de que um total de 37.579 produtores de Pernambuco, Paraíba e Minas

Brasil pode ter uma colheita recorde para a próxima safra

Brasil pode ter uma colheita recorde para a próxima safra 0

Os estudos foram realizados pela Conab - Companhia Nacional de Abastecimento – que estima colheita

Receita – Sarapatel

Receita – Sarapatel 0

Por Foto do livro "História dos Sabores Pernambucanos" Maria Lectícia Monteiro Cavalcanti   INGREDIENTES: 2 kg de

Solos com erosão provocam perda de produtividade da superfície terrestre global

Solos com erosão provocam perda de produtividade da superfície terrestre global 0

O prejuízo pode atingir 23%, diz estudo da Plataforma Intergovernamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE