Nordeste Rural | Homepage

Investimento em novas regiões produtoras fariam o Brasil autossuficiente em trigo

🕔14.dez 2016

trigo-colheitaUm estudo realizado por pesquisadores da Embrapa Trigo, no Rio Grande do Sul e Embrapa Gestão Territoria, em São Paulo, projetou quatro diferentes cenários para a produção nacional de trigo, considerando regiões para onde a cultura poderia se expandir. Somente no Centro-Oeste, novas fronteiras para o trigo poderiam resultar em 24,9 milhões de toneladas do cereal, volume que representa o dobro do atual consumo interno. Isso faria o País passar de importador a exportador de trigo

O Brasil produz aproximadamente metade das 11 milhões de toneladas de trigo que consome e 70% do total é destinado à panificação, o que torna os resultados estratégicos para traçar alternativas ao abastecimento do cereal. “É importante que o País conheça seu potencial produtivo para delinear e mapear alternativas à importação de trigo”, ressalta o pesquisador Cláudio Spadotto, gerente-geral da Embrapa Gestão Territorial.

O País importa entre cinco e seis milhões de toneladas de trigo a cada ano, provenientes principalmente da Argentina, favorecida pelos acordos bilaterais do Mercado Comum do Sul (Mercosul). “Acredito que o Brasil é plenamente capaz de se tornar autossuficiente em trigo. Contamos com tecnologia e área, mas é fundamental o apoio de políticas públicas que assegurem o crescimento desta produção”, argumenta o chefe-geral da Embrapa Trigo, pesquisador Sergio Dotto.

Em 2015, o Brasil cultivou 2,5 milhões de hectares com trigo, uma produção de 5,5 milhões de toneladas. Na distribuição territorial, a região Sul responde por cerca de 89% do total produzido, o Sudeste, por 9%, e o Centro-Oeste, por 2%. De acordo com o analista da Embrapa Gestão Territorial Rafael Mingoti, a diferenciação na produção é fortemente condicionada pelas características edafoclimáticas do território, pela existência de cultivares adaptadas a essas características e pela existência de moinhos e estruturas de armazenagem do grão. “Reconhecer e analisar tais diferenças vai servir de subsídio à formulação de políticas públicas direcionadas ao fomento da cultura do trigo no Brasil”, afirma Mingoti.

 

 

Similar Articles

O crescimento da produção de peixes no Brasil

O crescimento da produção de peixes no Brasil 0

Um levantamento estatístico feito pela Associação Brasileira de Piscicultura, publicado no Anuário Brasileiro de Piscicultura

Agronegócio brasileiro exporta mais 23,7% em setembro

Agronegócio brasileiro exporta mais 23,7% em setembro 0

As exportações brasileiras do agronegócio aumentaram 23,7% em setembro, em relação ao mesmo mês de

Empresários do agronegócio brasileiro podem participar de rodada de negócios com  investidores dos Emirados Árabes

Empresários do agronegócio brasileiro podem participar de rodada de negócios com investidores dos Emirados Árabes 0

Estão abertas as inscrições para o Brazil-United Arab Emirates Agribusiness Investor Road Show, evento que

Cientistas descobrem substâncias anticancerígenas na graviola

Cientistas descobrem substâncias anticancerígenas na graviola 0

                          São as acetogeninas anonáceas, substâncias bioativas identificadas na gravioleira que vêm chamando a atenção dos

Receita – Estrogonofe de carne

Receita – Estrogonofe de carne 0

Foto Seleção Gourmet INGREDIENTES PARA O ESTROGONOFE 500g de filé mignon 250g de cogumelos frescos 750g de creme

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE