Nordeste Rural | Homepage
/

Incentivos devem ampliar o mercado de produtos orgânicos no Vale do São Francisco

🕔07.jan 2015

organicosA iniciativa vem com o incentivo da Codevasf – Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba que está ampliando a Feira de Comercialização de Produtos Orgânicos do Vale do São Francisco. Cinquenta produtores orgânicos do polo Juazeiro-Petrolina, na divisa da Bahia com Pernambuco, foram certificados com o selo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e 13 cartilhas voltadas para agricultores foram lançadas.

O chefe da Unidade Regional de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da Codevasf em Petrolina, Osnan Soares Ferreira, salientou que as certificações e a nova estrutura da Feira de Comercialização de Produtos Orgânicos do Vale do São Francisco integram mais uma etapa do processo de ampliação da produção orgânica na região, que começou há cerca de cinco anos com o apoio da instituição e parceiros.

Cerca de 60 produtores já estão inscritos na atividade e que outros estão entrando no processo. “A gente acredita que cada vez mais produtores deverão nos procurar para participar do projeto. A nossa intenção é certificar, a cada semestre, 50 novos produtores com o selo de produção orgânica”, disse Osnan Soares Ferreira, chefe da Codevasf, em Petrolina.

 

 

Similar Articles

Duas sementes de mandioca adaptadas para o nordeste e principalmente a região do recôncavo baiano

Duas sementes de mandioca adaptadas para o nordeste e principalmente a região do recôncavo baiano 0

A recomendação dos pesquisadores da Embrapa é para o uso de duas variedades de mandioca

A falta de cuidado contra o ataque de vermes prejudica a pecuária brasileira

A falta de cuidado contra o ataque de vermes prejudica a pecuária brasileira 0

A presença de vermes (nematoides) gastrointestinais nos rebanhos de corte e leite pode trazer uma

Alerta aos agricultores contra o ataque do mofo-branco e a antracnose na lavoura de feijão

Alerta aos agricultores contra o ataque do mofo-branco e a antracnose na lavoura de feijão 0

O mofo-branco é uma das principais doenças da cultura do feijão e pode causar perdas

Nova pesquisa assegura: sombra no pasto não favorece o aumento da verminose no rebanho de corte

Nova pesquisa assegura: sombra no pasto não favorece o aumento da verminose no rebanho de corte 0

A incidência de verminoses em gado de corte em sistema silvipastoril (pecuária-floresta) não é maior

Especialistas brasileiros se preparam para bloquear a entrada de vinte pragas que prejudicam as lavouras

Especialistas brasileiros se preparam para bloquear a entrada de vinte pragas que prejudicam as lavouras 0

O bloqueio a vinte pragas consideradas prioritárias pelos prejuízos econômicos que podem causar, já começou

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE