Nordeste Rural | Homepage
/

III Semana do Meio Ambiente debate os problemas da natureza em Pernambuco

🕔03.jun 2015

caatinga 1 Começou ontem, em Petrolina, sertão de Pernambuco, a comemorações para a Semana do Meio Ambiente em Pernambuco. A promoção é da 3ª Superintendência Regional da Codevasf –Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba. Neste quarta-feira (3) a Codevasf promove o peixamento simbólico promovido pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura de Bebedouro, quando serão soltos no rio São Francisco 25 mil alevinos das espécies nativas curimatã, piau e pacamã.

Segundo a chefe da Unidade Regional de Meio Ambiente, Gláucia Oliveira, a Codevasf vem ao longo de três anos marcando a Semana do Meio Ambiente com iniciativas que buscam a participação de todos os empregados, focando numa maior conscientização ambiental, por meio de palestras educativas e de ações – como a campanha da redução de consumo de copos descartáveis e de papel na primeira edição da Semana do Meio Ambiente –, com resultados bastante positivos.

“No primeiro ano, focamos em ações, em redução do consumo de material descartável, e houve envolvimento de quase todos os colegas. No ano passado, a ação envolveu saúde e reciclagem, com a realização de oficinas e palestras educativas. Neste ano, resolvemos envolver os funcionários numa questão importante e bastante próxima de todos, que é a preservação da Caatinga e do nosso rio São Francisco”, ressaltou Gláucia.

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído em cinco de junho de 1973 com o objetivo de conscientizar a sociedade para a temática do meio ambiente. A data foi recomendada pela Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente, realizada em 1972, em Estocolmo, na Suécia. No mesmo dia, a Assembleia Geral da ONU aprovou a criação do Programa Ambiental das Nações Unidas (PNUMA).

 

Similar Articles

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais 0

O cultivo de forrageiras traz economia para o pecuarista que podem gastar menos com a

A palma nos jardins da França

A palma nos jardins da França 0

Incrível, mas a palma forrageira, tão conhecida no nordeste para alimentar o gado, também é

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças 0

O ataque de pragas e doenças é um dos maiores problemas enfrentados por pequenos ou

Um cercado francês no outono

Um cercado francês no outono 0

O cercado está pronto para receber os animais. O pasto é verde e exuberante, como

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva 0

Uma macaxeira amarela, macia e saborosa, a Aipim Manteiga não apresenta fibras, tem sabor adocicado

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE