Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Empresas do agronegócio convocadas a participar do programa Selo de Integridade do Ministério da Agricultura

🕔17.mai 2019

Sêlo de integridade ruralO selo é um prêmio de reconhecimento concedido pelo ministério a empresas e cooperativas do agronegócio que, reconhecidamente, desenvolvam práticas de integridade, ética, responsabilidade social e sustentabilidade, adotando ações de governança e gestão capazes de evitar desvios de conduta e de fazer cumprir a legislação, em especial a Lei Anticorrupção (Lei 12.846, de 1º de agosto de 2013).

As inscrições para a seleção ao Selo de Integridade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento encerram no 31 deste mês. O Pacto pela Integridade que empresas assinam com o Mapa é um compromisso do setor com a implementação de políticas internas de compliance, entendendo que atos ilícitos devem ser impedidos e repudiados não somente pela autoridade pública, mas por toda a sociedade. 

O ministro em exercício da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marcos Montes, destacou a importância de as empresas do agronegócio aderirem ao Selo de Integridade do Mapa. Na avaliação dele, o selo é uma alavanca para estimular as empresas no combate à corrupção e na adoção de boas práticas administrativas. Ele ressaltou a parceria do programa do Mapa com a Controladoria Geral da União (CGU), a Embrapa e entidades privadas como CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) CNI (Confederação Nacional da Indústria), Febraban (Federação Brasileiras dos Bancos) e o Instituto Ethos.

“O Brasil atravessa um momento de austeridade, um momento onde nós temos que mostrar ao mundo mais credibilidade”, disse o ministro. “A gente convoca as empresas para que participem, que ponham o Selo de Integridade à frente de seus produtos, mostrando com clareza essa grande parceria das empresas privadas com o setor público, para a gente fazer a transformação que o Brasil precisa, mostrando ao mundo que o Brasil procura a qualidade associada à integridade”.

O Ministério da Agricultura foi o primeiro a implementar um Programa de Integridade alinhado ao Programa de Fomento à Integridade do Governo Federal (Profip) do extinto Ministério da Transparência e da CGU. O objetivo foi implementar e melhorar as instâncias internas voltadas para o tema integridade e fundamentar essa cultura.

 

 

Similar Articles

Um exemplo comunitário: um movimento espalha hortas orgânicas por uma cidade britânica

Um exemplo comunitário: um movimento espalha hortas orgânicas por uma cidade britânica 0

Foto: Vamos comer melhor Agora, na cidade inglesa de Todmorden, a pequena população de 17

Consultas públicas para regulamentação da produção de queijo minas meia cura e outros queijos

Consultas públicas para regulamentação da produção de queijo minas meia cura e outros queijos 0

Este queijo é um produto tradicionalmente brasileiro, com fabricação originária em Minas Gerais, mas atualmente

Será instalado hoje em Pernambuco o Comitê estadual do AgroNordeste

Será instalado hoje em Pernambuco o Comitê estadual do AgroNordeste 0

A criação do comitê estadual do Agronordeste, em Pernambuco será implantado nesta sexta-feira, com a

Receita – Espaguete com Frango aos 4 queijos

Receita – Espaguete com Frango aos 4 queijos 0

INREDIENTES: 1 embalagem de Espaguete Speciale Vitarella 1 kg de peito de frango 5 dentes de alho 600 g

Prêmio para um programa de apoio ao produtor de leite

Prêmio para um programa de apoio ao produtor de leite 0

É o Programa Balde Cheio da Embrapa, criado há 21 anos, para facilitar a transferência

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE