Nordeste Rural | Homepage

Desperdícios e erros no manejo das pelas provocam prejuízos no setor de couro

🕔22.out 2017

couro-industriaA economia brasileira tem perdas anuais de R$ 3,5 bilhões em função da qualidade da matéria-prima (peles, o chamado couro verde) que chega aos curtumes do país. Problemas que começam no campo, como parasitas que atingem o gado, riscos de cerca e marcações de propriedade sobre o animal, que é a marca de fogo, estão na origem deste prejuízo, apurado pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), entidade que representa as indústrias produtoras de couro no país.

O seminário Carrapato em Debate, ocorrido recentemente em Bagé (RS), abriu a discussão sobre essa questão que envolve toda a cadeia produtiva da carne. “A qualidade da pele que chega ao curtume precisa ser uma preocupação de todas as indústrias, não apenas a curtidora. Se o couro perde mercado para materiais alternativos, ou se o seu valor cai em função da qualidade, todos os agentes saem perdendo”, disse o presidente executivo do CICB, José Fernando Bello, em sua palestra durante o seminário. Como lembrou o gestor, o couro, como subproduto da carne, seria um passivo industrial muito grande à produção rural e aos frigoríficos se não fosse aproveitado integralmente pelos curtumes.

A ideia é que se organize no país um programa com mecanismos que permitam aprimorar a qualidade do couro, com a possibilidade de tipificar peles por sexo do animal ou mesmo grupo de peso – recursos amplamente utilizados por países que concorrem com o couro brasileiro no mercado internacional. O Brasil tem o maior rebanho comercial do mundo e produz cerca de 43 milhões de peles por ano; é um país com tradição e reconhecido no mercado internacional do couro, mas tem potencial de ampliação de clientes e agregação de valor com cuidados sobre a matéria-prima.

 

Similar Articles

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais 0

O cultivo de forrageiras traz economia para o pecuarista que podem gastar menos com a

A palma nos jardins da França

A palma nos jardins da França 0

Incrível, mas a palma forrageira, tão conhecida no nordeste para alimentar o gado, também é

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças 0

O ataque de pragas e doenças é um dos maiores problemas enfrentados por pequenos ou

Um cercado francês no outono

Um cercado francês no outono 0

O cercado está pronto para receber os animais. O pasto é verde e exuberante, como

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva 0

Uma macaxeira amarela, macia e saborosa, a Aipim Manteiga não apresenta fibras, tem sabor adocicado

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE