Nordeste Rural | Homepage

Copa dos Campeões de Vaquejada é em Pernambuco

🕔10.mar 2017

parque rufina borgaEste ano, a 1ª Copa dos Campeões abre o calendário das competições nacionais da modalidade. O evento ocorre até o próximo domingo, 12 de março, no Parque Rufina Borba, em Bezerros, no Agreste. Como em anos anteriores, o parque também receberá o Congresso & Derby de Vaquejada, já na 8ª edição. As competições serão promovidas em paralelo à 1ª Copa dos Campeões, pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (ABQM). Segundo o Departamento de Esportes da ABQM, serão distribuídos R$ 320 mil em prêmios, nos três campeonatos.

Participam da Copa dos Campeões cavalos e cavaleiros habilitados que atingiram pontuações nos eventos oficiais e oficializados da ABQM, realizados no ano passado. “Já o Derby é exclusivo para animais com até 6 anos hípicos e o Congresso para cavalos com no mínimo 3 anos hípicos. Nesta competição, a habilitação não é obrigatória, mas pode proporcionar ao competidor e ao animal a participação na Copa dos Campeões do próximo ano”, explica Fábio Pinto da Costa, presidente da ABQM. A entrada no parque e na arena é gratuita.

As Vaquejadas modernas se tornaram um negócio, que gera cerca de 700 mil empregos e movimenta mais de R$ 600 milhões ao ano. Pernambuco está entre as principais sedes de provas no Nordeste, região onde a atividade ganhou popularidade na segunda metade do século XX. Em 2016, o Estado recebeu dois campeonatos oficiais da maior raça equina do país: Quarto de Milha.

De acordo com a Associação Brasileira de Vaquejadas (ABVAQ), a prática se modernizou e passou a se autorregular para preservar a saúde de animais e vaqueiros. A introdução do protetor de cauda é um dos cuidados com os bovinos para evitar danos à sua saúde. “O equipamento é um rabo artificial feito com uma malha de nylon que é fixado na base do rabo do boi e que reveste toda a cauda”, assegura o presidente da ABVAQ, Paulo Fernando Filho (Cuca). O cumprimento do regulamento de Bem-Estar Animal também é fiscalizado pela ABQM.

Como já é tradição, neste sábado 11, à noite, começando às 18 horas, vai acontecer o 12º Leilão do Haras Casa Branca e convidados. São 44 lotes com animais de genética comprovada e domados para competições de vaquejada.

 

Similar Articles

A possibilidade de bons negócios leva o produtor rural correr aos bancos e aumentar o volume de contratação do crédito agrícola

A possibilidade de bons negócios leva o produtor rural correr aos bancos e aumentar o volume de contratação do crédito agrícola 0

As contratações de crédito agrícola, no primeiro bimestre do Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, tiveram

Entenda as diferenças de bovinos criados em confinamento e os criados a pasto

Entenda as diferenças de bovinos criados em confinamento e os criados a pasto 0

É no campo que quase tudo acontece, com a alimentação do animal cumprindo papel determinante

Os benefícios da castanha-do-brasil para a saúde humana

Os benefícios da castanha-do-brasil para a saúde humana 0

Versátil e nutritiva, a castanha-do-brasil ou castanha-do-pará, um dos produtos mais comuns e famosos da

Controle da plantação de mandioca no semiárido usando o sistema de produção agroecológica

Controle da plantação de mandioca no semiárido usando o sistema de produção agroecológica 0

O sistema de produção agroecológico visa o resgate de práticas agrícolas já conhecidas pelos produtores,

Aprenda a cultivar e processar a colheita da erva-doce

Aprenda a cultivar e processar a colheita da erva-doce 0

A erva-doce é uma planta cultivada em quase todo o Brasil. Na Região Nordeste, o

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE