Nordeste Rural | Homepage
Advertisement
[ X ]

Como reduzir a bicheira no rebanho bovinos

0 Comments 🕔14.mar 2019

umbigo com bicheiraO clima quente e úmido favorece a multiplicação de parasitas nos bovinos . Por isso, nesta época, o produtor deve redobrar a atenção. O controle de ferimentos em bovinos deve ser uma prática constante do pecuarista. Sangue e secreções, de lesões recentes, atraem moscas, aumentando os riscos de miíases, conhecidas como bicheiras.

A infestação por larvas da mosca varejeira (Cochliomyia hominivorax) provoca lesões nos animais. As larvas desenvolvem-se nos tecidos superficiais dos bovinos, provocando perda de peso e, em casos mais graves, a morte. O impacto econômico está relacionado à redução da produtividade de carne e leite, desvalorização do couro em consequência das lesões e gastos com medicamentos utilizados no tratamento preventivo e curativo.

De acordo com a pesquisadora Márcia de Sena Oliveira, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos – SP), a bicheira pode ocorrer em qualquer parte do corpo do animal, onde, por algum motivo, a pele tenha sido lesada, como por exemplo em descorna, umbigo mal curado, cortes em geral. As moscas colocam seus ovos nas bordas das feridas. Após a eclosão das larvas, que ocorre rapidamente, permanecem no animal por até oito dias.

Alguns cuidados no manejo ajudam a diminuir os riscos da bicheira. Fazer a limpeza adequada e desinfetar o cordão umbilical dos bezerros recém-nascidos com álcool iodado. Monitorar as vacas no pós-parto em relação a ferimentos na região vulvar, assim como a presença de excreções no corpo. É recomendado manter essas regiões limpas e desinfetadas.

Após qualquer intervenção cirúrgica, como castração ou descorna, o local da lesão deve ser tratado e protegido com repelentes para evitar a instalação de larvas da mosca. Outra dica é evitar procedimentos cirúrgicos rotineiros nos meses mais quentes, quando as infestações de moscas são maiores.

Segundo a pesquisadora, o controle desses parasitas tem sido realizado por meio do uso intensivo de pesticidas e drogas, o que levou ao desenvolvimento da resistência. A limpeza da propriedade para evitar infestações por moscas e o cuidado dos ferimentos é uma forma importante de controle e de diminuir a incidência das bicheiras.

 

Similar Articles

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu

Últimos preparativos e lançamento da 85ª ExpoZebu 0

A Feira, uma das mais tradicionais do agronegócio brasileiro vai ser realizada entre os dias

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica

Aprenda a fazer sua própria horta caseira e agroecológica 0

As orientações iniciais são da agroecologista e professora Alessandra Nahra. Ela dá cinco dicas de

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira

O semiárido ganha um zoneamento agrícola para melhorar o plantio da palma forrageira 0

A palma forrageira é uma das espécies de maior relevância para a produção agropecuária no

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho

Chega ao mercado dois novos híbridos de milho 0

Os lançamentos são resultado de melhoramento genético e uso de biotecnologia com objetivo de aumentar

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra

Governo libera portaria que vai beneficiar mais de 230 mil famílias com o Garantia Safra 0

O benefício tem como objetivo garantir condições mínimas de sobrevivência aos agricultores familiares de municípios

No Comments

No Comments Yet!

No one have left a comment for this post yet!

Write a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE