Nordeste Rural | Homepage
/

Como evitar a pegajosidade na lavoura do algodão

🕔04.nov 2017

algodão pegosidadeOs pesquisadores da Embrapa têm algumas medidas recomendadas proteger o algodão colhido e se evitar o problema da pegajosidade nas lavouras. Uma das principais observações é realizar o manejo rigoroso das pragas sugadoras como pulgão, mosca-branca e cochonilha. Outra atividade de controle é utilizar corretamente maturadores, desfolhantes e dessecantes na fase final de maturação do algodão para evitar a multiplicação de insetos sugadores que necessitam da seiva de algodão para se alimentar e reproduzir;

Promover uma colheita rápida, expondo a fibra do algodão a fatores bióticos como as pragas pelo menor tempo possível. Além disso, é recomendado destruir de modo eficiente os restos culturais do algodoeiro após a colheita (soqueira), respeitando o período do vazio sanitário;

Finalmente, o agricultor deve controlar plantas voluntárias de algodoeiro em lavouras de milho, soja e bordas dos talhões para reduzir as populações das pragas para a safra seguinte.

 

 

Similar Articles

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais

O uso de forragens para obter mais alimentos para os animais 0

O cultivo de forrageiras traz economia para o pecuarista que podem gastar menos com a

A palma nos jardins da França

A palma nos jardins da França 0

Incrível, mas a palma forrageira, tão conhecida no nordeste para alimentar o gado, também é

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças

É possível fazer defensivos caseiros para o controle de pragas e doenças das hortaliças 0

O ataque de pragas e doenças é um dos maiores problemas enfrentados por pequenos ou

Um cercado francês no outono

Um cercado francês no outono 0

O cercado está pronto para receber os animais. O pasto é verde e exuberante, como

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva

Uma semente de macaxeira sem fiapo e mais produtiva 0

Uma macaxeira amarela, macia e saborosa, a Aipim Manteiga não apresenta fibras, tem sabor adocicado

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE