Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Brasil avança no combate à febre aftosa

🕔26.jun 2015

aftosaÉ possível que ainda este ano, todos os estados recebam identificação de áreas livres da febre aftosa com vacinação, status que deverá ser estendido ao Brasil, em 2016, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). É o que garante a ministra Kátia Abreu , da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Segundo ela, até 2025, o OIE deverá reconhecer o país como livre da doença sem vacinação.

A ministra disse que “falta apenas o reconhecimento pleno aos estados do Amazonas, Roraima e Amapá como livres da doença”. Hoje, apenas Santa Catarina é considerada como livre de aftosa sem vacinação pela OIE. Ela também comentou o acordo de cooperação internacional com a Venezuela para diminuir o risco de entrada do vírus no Brasil pela fronteira. “Vamos entrar na Venezuela com a permissão do seu governo para ajudá-la a montar um sistema de defesa agropecuária.”

Kátia Abreu garantiu que não faltarão recursos para as ações de defesa agropecuária, uma vez que o orçamento do setor não foi afetado pelo ajuste fiscal promovido pelo governo federal. Ela ressaltou também que o Mapa está empenhado em elaborar uma proposta de lei agrícola. “Não vamos mais viver do improviso. O que vai dar segurança e estabilidade é uma lei imexível, aconteça o que acontecer.”

 

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE