Nordeste Rural | Homepage
Advertisement

Agronegócio eleva saldo da balança comercial brasileira

🕔10.abr 2018

carne exportaçãoFoi um aumento de 6,7% do volume embarcado no primeiro trimestre do ano, resultando em recorde de vendas, de US$ 21,47 bilhões, maior valor apurado nesse período. Considerando os meses de março, o recorde foi na exportação de carne bovina: US$ 591,97 milhões. As exportações do agronegócio somaram US$ 9,08 bilhões, em março, registrando crescimento de 4,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando as vendas foram de US$ 8,73 bilhões. As importações de produtos do setor alcançaram US$ 1,29 bilhão (-6,9% abaixo de março de 2017). Como resultado, a balança comercial do setor registrou saldo positivo da ordem de US$ 7,79 bilhões.

Os produtos do agronegócio representaram 45,2% do total das vendas externas brasileiras no mês, com aumento de quase dois pontos percentuais de participação comparado a março do ano passado. Os produtos de origem vegetal foram os que mais contribuíram para o crescimento das exportações do setor, com incremento de US$ 417,08 milhões, principalmente em função de produtos florestais, cujas vendas externas foram US$ 374,49 milhões superiores. Se destacaram outros setores, como sucos (+US$ 107,51 milhões); cereais, farinhas e preparações (+US$ 93,55 milhões); fumo e seus produtos (+US$ 78,84 milhões) e fibras e produtos têxteis (+US$ 27,97 milhões).

As carnes ocuparam a segunda posição no ranking, alcançando US$ 1,34 bilhão, praticamente o mesmo valor registrado no mês em 2017. O principal produto do setor foi a carne bovina, cujas vendas foram de US$ 591,97 milhões, recorde histórico para março. Em relação ao mesmo mês em 2017 houve incremento de 22,1% das vendas, em função da ampliação da quantidade em 24,1%, que compensou a queda de 1,6% no preço.

As exportações de frango apresentaram queda de 9,7%, com US$ 580,59 milhões. Além da retração da quantidade (-1,6%), houve queda no preço médio do produto (-8,2%). Também houve queda nas vendas de carne suína (-23,4%), decorrentes tanto da retração na quantidade embarcada (-7,8%), quanto do preço (-16,9%).

Similar Articles

Especialistas apostam em aumento de canaviais irrigados em 2019

Especialistas apostam em aumento de canaviais irrigados em 2019 0

A popularização da irrigação por pivô central está fazendo a diferença no que diz respeito

Pesquisadores avaliam crescimento na pecuária leiteira para 2019

Pesquisadores avaliam crescimento na pecuária leiteira para 2019 0

Melhora no cenário econômico e safra recorde de grãos devem fazer este ano ser de

Fechados os números do Valor da Produção de 2018

Fechados os números do Valor da Produção de 2018 0

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) encerrou o ano de 2018 em R$ 569,8

A peste suína clássica pode ser combatida com bom alimentação para os animais

A peste suína clássica pode ser combatida com bom alimentação para os animais 0

O surgimento dos primeiros focos da peste suína no Brasil, em meados do ano passado,

O destaque brasileiro na produção mundial de goiaba e de maracujá-azedo

O destaque brasileiro na produção mundial de goiaba e de maracujá-azedo 0

Foto: Cati Na produção de goiaba, o estado de São Paulo vem se destacando com

CITEquin - Hospital do Cavalo, Paudalho-PE